Plenário nega à Defensoria Pública da União acesso direto a informação do Cadastro Eleitoral — Tribunal Superior Eleitoral

Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, na sessão jurisdicional desta terça-feira (30), um recurso em mandado de segurança no qual a Defensoria Pública da União (DPU) solicitava acesso direto ao Cadastro Eleitoral para obter o endereço de um eleitor assistido pelo órgão.

A Defensoria Pública da União entrou com o recurso no TSE diante da negativa do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) em fornecer a informação. De acordo com a Corte Regional, o pedido de informação deveria ser requerido diretamente à autoridade judicial competente.

Segundo o TRE fluminense, o TSE reiteradamente já decidiu que não é permitida à Defensoria Pública da União acesso direto aos dados pessoais de cidadãos existentes no Cadastro Eleitoral, sendo necessário que o pedido seja feito à devida autoridade judicial.

Ao negar o recurso, o relator, ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, acrescentou que a Corte Regional destacou que obtenção de informações do Cadastro Eleitoral é disciplinada pela Resolução TSE nº 21.538/2003.

Em sua decisão, o Tribunal do Rio ressaltou que o acesso aos dados pessoais dos eleitores depende de autorização judicial, salvo quando se tratar do próprio eleitor, do Ministério Público ou de órgãos e agentes públicos para os quais haja permissão legal.

Tarcisio Vieira salientou que, diante da decisão do TRE, depreende-se pelos julgados do TSE que a prerrogativa dos defensores públicos federais de requisitar informações necessárias ao exercício de suas atribuições não equivale a uma autorização expressa exigida pela Resolução do TSE.

EM/LC

Processo relacionado: RMS 0608733-39 (PJe)

Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2019/Abril/tse-nega-a-defensoria-publica-da-uniao-acesso-direto-a-informacao-do-cadastro-eleitoral.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Credenciamento da imprensa para audiência pública sobre decisão do STF no INQ 4435 termina nesta quinta (2) — Tribunal Superior Eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realiza, nesta sexta-feira (3), audiência pública a fim de colher …