Revisão do valor máximo das multas do TCM é discutida em audiência

Audiência Pública da CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa)

LETÍCIA GOMES
DA REDAÇÃO

CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa) realizou, nesta terça-feira (30/4), audiência pública para discutir o PL (Projeto de Lei) 855/2017, de autoria do TCM (Tribunal de Contas do Município) de São Paulo.

O projeto eleva o valor máximo das multas em casos de despesas ilegais e irregularidade na prestação de contas da administração pública municipal. Pela proposta, as multas aplicadas pelo TCM poderão chegar a R$ 30 mil. Hoje, esse valor é de R$ 740.

De acordo com o presidente do TCM, João Antonio, que participou da audiência, com a mudança, o trabalho de fiscalização será mais efetivo, pois as penalidades expedidas pela corte não permitem cobranças judiciais, o que torna o processo ineficaz. “Esse valor de até R$ 30 mil vai depender da gravidade do erro cometido, para assim estabelecer um parâmetro razoável de multa”, afirmou João Antonio.

Os vereadores presentes fizeram questionamentos à forma de aplicar as multas. E propuseram mudanças para aperfeiçoar o projeto. “É importante que haja uma reestruturação na forma de conduzir as fiscalizações. Deixar uma decisão pessoal sem parametrizar pode ser um risco. O ideal é parametrizar para que a decisão pessoal do julgamento não fique na responsabilidade de apenas uma pessoa”, declarou o vereador Ricardo Nunes (MDB).

Presidente da audiência pública e relatora do projeto, a vereadora Sandra Tadeu (DEM) propôs que a apuração dos fatos leve em conta a hierarquia, para não haver punição somente aos servidores, mas também a administradores e ordenadores de despesas. A vereadora ainda ressaltou a importância da velocidade no julgamento. “É importante agilizar os processos do Tribunal de Contas, não podemos ficar com isso parado”, afirmou a vereadora.

Ainda durante o encontro, os parlamentares fizeram sugestões para o TCM ampliar a contribuição com a fiscalização da cidade.

Também estiveram presentes à audiência o presidente da Câmara, vereador Eduardo Tuma (PSDB), e os vereadores Antonio Donato (PT), Celso Jatene (PR), Edir Sales (PSD), Fernando Holiday (DEM) e Reis (PT).

Fonte Oficial: http://www.saopaulo.sp.leg.br/blog/revisao-do-valor-maximo-das-multas-do-tcm-e-discutida-em-audiencia/.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Como CPI da Câmara, Controladoria aponta responsáveis por desvios no Theatro Municipal

MARIANE MANSUIDODA REDAÇÃO Na última segunda-feira (29/4), a CGM (Controladoria Geral do Município) de São …