Rosto da Cidade abre espaço para a formação em restauro – Prefeitura de Curitiba/PR

Os projetos Rosto da Cidade e Arquivo, desenvolvidos pela Prefeitura de Curitiba e pelo departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), despertaram o interesse da École de Chaillot, de Paris, para a capacitação de especialistas em restauro.

A ideia da criação de um Centro de Pesquisas Avançadas em Patrimônio Histórico em Curitiba com o suporte de uma instituição francesa foi apresentada pelo diretor-geral do campus da UTFPR em Curitiba, Marcos Schiefler, e a professora Giceli Portela, do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da universidade.

“A ideia é que a UTFPR se associe à universidade francesa para trazer a Curitiba uma especialização sobre um tema que é raro e de complexa formação, normalmente ministrado só no exterior”, explicou a professora Giceli, que integra as parcerias com o município dentro dos projetos Arquivo, do qual é coordenadora, e Rosto da Cidade.

A professora foi convidada a apresentar os projetos aplicados em Curitiba na escola parisiense e recebeu deles a manifestação de interesse em um convênio.

O prefeito Rafael Greca se dispôs a formalizar o processo na parte que cabe ao município. “Somos totalmente a favor. Vamos oficializar a manifestação de interesse da cidade como mais um passo em defesa do patrimônio, depois do Rosto da Cidade”, disse o prefeito.

O encontro dos representantes da academia com o prefeito foi primeiro passo para formalizar o convênio que terá outros encaminhamentos a serem conduzidos pelas partes. “Foi uma reunião para ter o endosso do prefeito”, disse Schiefler.

QR Code

Os imóveis restaurados no Rosto da Cidade têm placas com QR Code com os dados das edificações, que podem ser acessado por smartphones. A identificação dos edifícios faz parte do Projeto Arquivo UTFPR, que passará a contar agora também com áudio.

Participaram da reunião o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Luiz Fernando Jamur, a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro, o diretor de Patrimônio da FCC, Marcelo Sutil, e a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias.

Criada em 1887, a Escola de Chaillot tornou-se o departamento de treinamento da Cidade de Arquitetura e Patrimônio de Paris, em 2004. Fiel à missão original, oferece treinamento de pós-graduação em um campo que se estende de monumentos e centros históricos ao patrimônio comum.

Treina arquitetos de patrimônio especializados em conservação e restauro arquitetônico e urbano e paisagístico, bem como arquitetos e planejadores do Estado. Realiza cooperações do mesmo tipo no exterior.


 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/rosto-da-cidade-abre-espaco-para-a-formacao-em-restauro/50220.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Nove postos de saúde passam por melhorias e ganham novas salas – Prefeitura de Curitiba/PR

Moradora da CIC, a aposentada Maria do Carmo da Silva Rodrigues, 64 anos, afirma que …