Santa Cruz fala em defesa da democracia ao receber título de cidadão de Campina Grande – OAB

O presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, e o
presidente da OAB-PB, Paulo Maia, receberam, na noite dessa quinta-feira (4), o
título de cidadania de Campina Grande, durante solenidade na Câmara Municipal.
Santa Cruz salientou a amizade com Paulo Maia e os laços profundos que mantém
com o nordeste. Ele também fez uma defesa poderosa da democracia e dos direitos
fundamentais.

“Campina Grande é a maior subseção do nordeste, com
mais de quatro mil advogados. É uma cidade referência em todo o Brasil. Conhecida
pela força do seu povo”, disse o presidente da OAB. Ele destacou que a defesa
da democracia é um preceito da advocacia. “Não podemos aceitar a criminalização
da política, porque isso é a criminalização da vontade do povo. Não podemos
aceitar que o parlamento seja calado pelo ódio e pela fúria. Calado por aqueles
que não acreditam na possibilidade do debate democrático, da produção da lei e
da fiscalização. O Executivo brasileiro precisa de nós”, disparou Santa Cruz.

Santa Cruz afirmou ainda que a OAB acredita no
contraditório, no devido processo legal e no respeito à divergência. “A
liberdade política, de expressão, a advocacia e a arte morrem com o
autoritarismo, com a visão unilateral, com a opressão, seja de quem for, da
esquerda, da direita, de qualquer um. Temos de construir todos os dias as
pontes do diálogo. E elas se dão através das instituições, da lei e da
Constituição Federal. Serenos e firmes, sem darmos nenhum passo para trás,
porque não temos o direito de ter medo ou de cuidar somente dos nossos próprios
interesses. Nós representamos muito mais do que um milhão de advogados; nós
representamos, inclusive, a memória dos mortos que fizeram muito mais do que
nós por este País. Viva a Campina Grande e contem comigo como seu novo
conterrâneo”, concluiu o presidente nacional da OAB em seu discurso.

Já o presidente da OAB-PB lembrou de sua primeira ida a
Campina Grande, no final da década de 1970, ao lado do pai. Paulo Maia citou
algumas obras que a seccional está realizando em Campina Grande, como a nova
sede da Escola Superior da Advocacia (ESA), e ressaltou a importância da cidade
para a política, cultura, advocacia, educação e economia da Paraíba, do
nordeste e de todo o Brasil.

“Ter sido guindado ao posto de cidadão desta cidade,
que tem a alcunha de Rainha da Borborema, é algo que não consigo mensurar.
Quero dizer para todos da profunda emoção de receber esse título hoje. A
cidadania pode em determinados momentos ser banalizada, mas ela é de uma grande
simbologia, que de banal nada possui. Agora como cidadão de Campina Grande,
mais ainda acrescenta na minha alma, no meu espírito, nos meus princípios e
valores”, declarou ele.

Renan Maracajá, um dos proponentes do título conferido a
Santa Cruz, fez uma saudação ao presidente nacional da OAB e disse que o dia
era especial para os vereadores e para a cidade pelo extraordinário momento
quando Campina Grande recebe o advogado com a mais importante honraria do
município. “Essa honraria se justifica pelas suas raízes familiares, mais
especificamente na cidade de Monteiro. Campina é grata com quem lhe acolhe,
essa terra sabe dignificar aquele que, mesmo não estando presente no seu
cotidiano, a tem com o coração e o respeito que lhe é devido, que sabe honrar
sua amizade”, afirmou.    

O procurador da prefeitura de Campina Grande, José Fernandes
Mariz, fez uma saudação aos homenageados, em nome da advocacia. “Não vim
aqui como procurador, venho aqui saudar os bastiões da nossa democracia, nossas
garantias constitucionais, o direito de falar, de se posicionar contra tantos
atropelos e espancamentos às garantias constitucionais”, disse. 

A solenidade foi presidida pela vereadora Ivonete Ludgério.
O título de cidadania a Felipe Santa Cruz foi proposto pelos vereadores Renan
Maracajá, Ivonete Ludgério, Luciano Breno e Rodrigo Ramos. Já o de Paulo Maia
pelos vereadores Marinaldo Cardoso e Alcindor Vilarim.

Monteiro

Nesta sexta-feira (5), Santa Cruz cumpriu agenda em
Monteiro, cidade do Cariri paraibano, berço de sua história familiar. Ele
também visitou a Fazenda Santa Catarina, onde seus antepassados moraram, e em
seguida na Câmara Municipal de Monteiro.

Fonte Oficial: http://www.oab.org.br/noticia/57346/santa-cruz-fala-em-defesa-da-democracia-ao-receber-titulo-de-cidadao-de-campina-grande.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Comissão de Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas ouve demandas sobre saúde nas aldeias – OAB

O presidente da Comissão Especial de Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas da OAB nacional, …