Comissão do Senado aprova criminalização de caixa 2 – Congresso em Foco

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, nesta quarta-feira (10), por 17 votos a 2, o projeto de lei (PL 1865/2019) da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) que criminaliza o caixa dois nas campanhas eleitorais. Faz parte do pacote anticrime desenhado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro. O projeto é terminativo na comissão e, se não houver recurso para votação em plenário, seguirá para apreciação da Câmara.

“O caixa dois é uma fraude a todo o sistema democrático brasileiro porque atenta contra a soberania popular, e contra a inviolabilidade do voto. É um atentado às instituições e aos pilares que sustentam o Estado Democrático de Direito. Criminalizar essa prática é fundamental para a preservação do sistema democrático livre e justo”, afirmou Eliziane.

A proposta limita-se ao período eleitoral, excluindo a chamada pré-campanha. “Se a gente parte para criar caixa dois em outros períodos, estamos pressupondo que é permitida campanha eleitoral fora do tempo, e a legislação eleitoral não permite isso”, disse. Relatou a matéria o senador Márcio Bittar (MDB-AC).

>>  Moro sofre primeira derrota no pacote anticrime


Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!









Continuar lendo em Congresso em Foco.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

OAB defende sanção da lei do abuso de autoridade – Congresso em Foco

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) saiu em defesa do projeto …