CRA avaliará impacto do acordo Mercosul-União Europeia — Senado Notícias

Ao aprovar nesta quarta-feira (10) a avaliação de políticas públicas sobre comércio agropecuário internacional como plano de trabalho, a Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) deu ênfase à necessidade de debate sobre o acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia, celebrado em 28 de junho.

O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) salientou a importância de discutir a questão com associações de produtores rurais e de trabalhadores. Ele manifestou preocupação com a capacidade do Brasil diante da competição subsidiada: segundo as estatísticas que apresentou, os subsídios concedidos pelos membros da União Europeia à produção agropecuária bruta alcançaram US$ 106 bilhões contra US$ 7 bilhões no Brasil. Heinze também criticou a carga tributária dos alimentos brasileiros, que chega a 34%, enquanto na Alemanha e na Itália, os tributos são de 7%.

— Não posso entrar concorrendo com a União Europeia com a carga tributária que temos e os subsídios que não temos — argumentou.

O senador acrescentou que os estados do Sul são os mais prejudicados pelo Mercosul, e não podem entrar “desarmados” na concorrência com a União Europeia. Heinze espera poder discutir a situação no segundo semestre com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e os ministros de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e da Economia, Paulo Guedes.

A iniciativa da avaliação de políticas públicas recebeu elogios do senador Jayme Campos (DEM-MT), que cobrou competitividade do país e preservação da produção brasileira. Citando especificamente os casos da produção leiteira e vinícola, ele entende que o acordo do Mercosul com a União Europeia tem aspectos danosos para o país.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/07/10/cra-avaliara-impacto-do-acordo-mercosul-uniao-europeia.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Liberação de FGTS pode dar impulso ao consumo e garantir crescimento em 2019, avalia IFI — Senado Notícias

A liberação de parte dos saldos do FGTS e do PIS-Pasep prevista na Medida Provisória …