Plano de carreira para Rede Parceira Particular é tema de projeto de lei

DA REDAÇÃO

Aprovado em primeira votação, o PL (Projeto de Lei) 528/2018 propõe a criação de um plano de carreira para profissionais da educação e outros empregados das chamadas atividades-meio dos CEIs (Centros de Educação Infantil) da Rede Parceira Indireta e também das creches da Rede Parceira Particular. De autoria do vereador Dalton Silvano (DEM), a iniciativa tem a coautoria do vereador Milton Leite (DEM).

Segundo a justificativa do projeto, o objetivo é valorizar os profissionais da educação e outros empregados que atuam nessas organizações da sociedade civil. No plano de carreira, ficará definido o novo patamar para o vencimento padrão de alguns cargos. E serão estabelecidos os benefícios adicionais por tempo de serviço, como no caso do biênio e do quinquênio, adicional por capacitação profissional e ainda a chamada sexta parte.

O texto observa ainda que a legislação que trata do atendimento de crianças de zero a três anos impõe a essas organizações parceiras as mesmas obrigações impostas às CEIs geridas pela administração pública direta. O autor também aponta que os servidores da rede direta tem carga horária diária de 6 horas – os da rede indireta, de 8 horas.

“Que através desta lei possamos também valorizar o profissional que tem a responsabilidade de cumprir esse importante desafio para o município de São Paulo, com uma possibilidade de melhoria em sua remuneração culminando com uma aposentadoria justa ao final de sua carreira”, anota o PL.

Acompanhe aqui outros projetos em tramitação do vereador Dalton Silvano (DEM). No link você também poderá obter os canais de comunicação do parlamentar e participar diretamente do mandato por meio de propostas, sugestões ou recebendo informativos através do formulário Fale com o Vereador.

Fonte Oficial: http://www.saopaulo.sp.leg.br/blog/plano-de-carreira-para-rede-parceira-particular-e-tema-de-projeto-de-lei/.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Medo, desamparo e solidão são debatidos em palestra na Comissão do Idoso da Câmara

Atualizado em (13/08/2019 – 16h14) | Cidade, Comissões, Geral, Idoso, Notícias, vereador, Vereadores …