Dallagnol é alvo de novo processo disciplinar no Conselho do MP – Congresso em Foco

A Corregedoria do Conselho Nacional do Ministério Público atendeu parcialmente pedido feito pelo PT e instaurou processo disciplinar contra os procuradores Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobom, da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba. A decisão foi tomada pelo corregedor Orlando Rochadel Moreira nesta terça-feira (16). Ele determinou que os procuradores sejam notificados e apresentem as defesas em dez dias.

O pedido de abertura de processo disciplinar foi feito com base nas reportagens publicadas no final de semana pelo site The Intercept Brasil e pelo  jornal Folha de S. Paulo, apontando que Dallagnol e Pozzobon discutiam estratégias para fazer eventos e palestras como forma de lucrar com fama gerada pela Operação Lava Jato.

>Oposição pede investigação de fundo bilionário da Lava Jato

A Corregedoria do CNMP admitiu que existe elementos suficientes para iniciar a investigação sobre a conduta dos membros do Ministério Público, mas ainda não houve nenhum tipo de julgamento de mérito.

“Com efeito, neste momento inicial, é necessária análise preliminar do conteúdo veiculado pela imprensa, notadamente pelo volume de informações constantes dos veículos de comunicação”, mencionou o Rochadel Moreira, no documento. Segundo ele, a admissão da representação disciplinar vai servir para “melhor fixação de pontos a serem elucidados em eventual Sindicância”. O Partido dos Trabalhadores havia pedido instauração imediata de Sindicância, mas este ponto foi negado pelo corregedor.

No final de junho o mesmo corregedor decidiu pelo arquivamento de outro processo semelhante contra Dallagnol, também com base nas reportagens divulgadas pelo site The Intercept. Ao analisar o caso, o corregedor entendeu que, mesmo diante de dúvidas sobre a veracidade das conversas, não houve nenhuma conduta ilegal de Deltan no caso.

>Dallagnol rejeita convite da Câmara para explicar conversas com Moro

Continuar lendo em Congresso em Foco.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Reforma Tributária será prioridade em 2020, afirma Alcolumbre – Congresso em Foco

O presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), confirmou nesta quinta-feira (12) que instalará uma comissão …