base de dados do ICN pode ser usada pelo INSS para batimento de informações — Tribunal Superior Eleitoral

O Conexão Eleitoral desta semana destaca que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) iniciou tratativas com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para o uso da base de dados do programa Identificação Civil Nacional (ICN) na checagem de informações dos cidadãos cadastrados na Previdência Social. O objetivo é reduzir fraudes previdenciárias.

O programa também traz um alerta aos eleitores. Páginas na internet estão cobrando pela emissão da Certidão de Quitação Eleitoral, que é gratuita. O documento pode ser emitido no Portal do TSE, sem a necessidade de intermediários.                                                                                    

A edição ainda fala sobre o prazo de justificativa dos brasileiros que estavam no exterior durante as Eleições de 2018 e não votaram. Esses eleitores têm até 30 dias para justificarem a ausência após o retorno ao Brasil.

O programa

Produzido pelo Núcleo de Rádio e TV da Assessoria de Comunicação do Tribunal Superior Eleitoral (Ascom/TSE), o Conexão Eleitoral vai ao ar pela TV Justiça às segundas-feiras, às 19h30. As reprises ocorrem nos seguintes dias e horários: terças, às 21h; quintas, às 11h30; sextas, às 21h; sábados, às 4h30; e domingos, às 11h30.

O programa também está disponível na página da Justiça Eleitoral no YouTube.

AN/JB

Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2019/Julho/conexao-eleitoral-base-de-dados-do-icn-pode-ser-usada-pelo-inss-para-batimento-de-informacoes.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Biometria confere ainda mais segurança na identificação dos eleitores — Tribunal Superior Eleitoral

O Programa de Identificação Biométrica da Justiça Eleitoral, iniciado com foco nas Eleições Municipais de …