JF/SP dá prazo para Ipesp cumprir decisão que proíbe desconto de IR – Migalhas

O Ipesp – Instituto de Pagamentos Especiais do Estado de São Paulo deve comprovar que cumpriu decisão liminar que proibiu o desconto de Imposto de Renda da restituição da previdência de advogados de São Paulo. O instituto, por meio de seu superintendente, também deve demonstrar a devolução de valores retidos a título de IR no mês passado.

Assim determinou a juíza Federal Tatiana Pattaro Pereira, da 2ª vara Cível Federal de SP. A decisão é da última quinta-feira, 18, e tem prazo de 48 horas para ser cumprida.

Em 5 de julho, uma liminar afastou a incidência do IR da restituição por entender que se tratava de verba de caráter indenizatório. Isto porque, segundo argumentou a OAB, com a mudança da Carteira de Previdência, os advogados foram obrigados a resgatar os valores e, com isso, a verba passou a ter natureza indenizatória.

Mesmo após a proibição, o Ipesp teria determinado o desconto. A OAB, então, foi à Justiça para demonstrar que a decisão havia sido ignorada.

Em caso de descumprimento, o Ipesp fica sujeito a pena de responsabilização por multa diária, além de eventual responsabilização por improbidade.

Veja a decisão.

Fonte Oficial: https://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI306975,81042-JFSP+da+prazo+para+Ipesp+cumprir+decisao+que+proibe+desconto+de+IR.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Pasta de Salles ignora 8 de cada 10 pedidos da imprensa – Congresso em Foco

O ministério do Meio Ambiente (MMA) tem deixado de responder 77% dos pedidos de jornalistas, …