Servidores que têm auxílio-transporte devem se cadastrar para receber cartão – Prefeitura de Curitiba/PR

Começa nesta quarta-feira (24/7) a atualização dos dados dos servidores que têm direito ao cartão-transporte.

A partir de dezembro, todos receberão o valor correspondente ao auxílio-transporte em créditos no cartão da Urbs, da Metrocard (Região Metropolitana), da Vem (exclusivo para São José dos Pinhais) ou da Triar (Araucária), conforme a necessidade de deslocamento.

A atualização cadastral deve ser feita até o dia 30 de agosto, apenas pelos interessados no cartão-transporte. O prazo não será prorrogado.

“Estamos implantando esta medida com base na legislação. A Prefeitura de Curitiba mantém a concessão do auxílio-transporte por meio de créditos inseridos no cartão transporte, de acordo com o valor da tarifa”, declara o secretário de Administração e Gestão de Pessoal, Alexandre Jarschel de Oliveira.

O servidor poderá acessar o formulário de atualização pelo portal RH 24 Horas, imprimir, preencher todos os campos e assinar o documento.

Nele, os servidores deverão registrar o endereço da unidade onde trabalham, seu endereço residencial, dados das linhas de ônibus utilizadas e o número de deslocamentos. Quem trabalha em duas unidades diferentes também deve informar os deslocamentos necessários entre as unidades.

“O servidor é responsável pelas informações que declarar. O cartão-transporte deve ser usado exclusivamente nos deslocamentos entre a casa e o trabalho”, reforça a superintendente da Secretaria de Administração e Gestão de Pessoal, Luciana Varassin.

A mudança no modelo de repasse tem, portanto, o objetivo de assegurar que os recursos despendidos para o auxílio-transporte sejam utilizados exclusivamente para este fim.

Desbloqueio

Quem já possui o cartão-transporte, deverá informar o número do cartão. Se o cartão da Urbs, Metrocard, Vem ou Triar estiver bloqueado, deve informar o número e fazer o desbloqueio nos postos de atendimento da respectiva empresa.

Quem ainda não tem cartão e fizer a atualização receberá a credencial posteriormente nas Ruas da Cidadania. O calendário para a entrega será divulgado nos próximos meses.

Já o servidor que fizer a solicitação do vale-transporte após o período de atualização, ou seja, a partir de 2 de setembro, deverá providenciar o seu cartão com a empresa que gerencia o sistema utilizado (Urbs, Metrocard, Vem ou Triar).

Entregue no núcleo

O formulário preenchido e assinado terá que ser entregue no núcleo de gestão de pessoal da sua secretaria ou órgão junto com a cópia do comprovante de residência atualizado, com menos de 90 dias de emissão, em nome do servidor.

Serão aceitos como comprovante contas de água, de luz, de telefone, de cartões de banco, desde que estejam no nome do servidor que está solicitando o cartão-transporte.

Entre os meses de setembro e outubro, os dados informados serão conferidos para que os cartões sejam emitidos pela Urbs ou pelas empresas Vem, Metrocard ou Triar.

Prazo para o dinheiro

Atualmente, os servidores que têm direito ao auxílio-transporte recebem o valor correspondente em dinheiro (pecúnia). O pagamento em dinheiro será feito apenas até novembro.

Quem já recebe em pecúnia e não fizer a atualização terá o benefício cancelado automaticamente a partir de dezembro.

O que têm mais de 65 anos de idade terão o cancelamento automático, a partir de janeiro, pois possuem isenção de tarifa. Neste caso, o cartão-transporte deverá ser providenciado diretamente na Urbs, Metrocard, Vem ou Triar.

Quem tem jornada linear de 40 horas por semana ou 20 horas receberá o crédito para o máximo de 22 dias. Quem trabalha em regime de escala, receberá até 16 dias.

Novos

Os novos agentes públicos que ingressarem no quadro da Prefeitura de Curitiba a partir de agora deverão apresentar o formulário preenchido com o número do cartão-transporte e o comprovante de endereço no momento da nomeação.

O auxílio-transporte é custeado pela Prefeitura e pelo servidor. O desconto aplicado em folha de pagamento é de 6% sobre o vencimento básico.

Servidores que têm cargos em comissão e função gratificada vinculada a cargo em comissão não têm direito ao vale-transporte. Agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias, que são empregados públicos, já recebem os créditos no seu cartão-transporte.

Fonte Oficial: https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/servidores-que-tem-auxilio-transporte-devem-se-cadastrar-para-receber-cartao/51647.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …