Camerata celebra 45 anos em Festival Internacional – Prefeitura de Curitiba/PR

Pelo quarto ano consecutivo, a Camerata Antiqua de Curitiba desembarca em São Paulo para apresentações da programação do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão. Os concertos celebram os 45 anos do grupo com a execução da emblemática obra Dixit Dominus de Georg Friedrich Händel.

As batutas do especialista em Música Antiga e excepcional violinista barroco, Luís Otávio Santos, vão garantir a excelência do repertório a ser apresentado nesta sexta-feira (26/7), no Auditório Claudio Santoro em Campos de Jordão. No no sábado (27/7), a apresentação será na Sala São Paulo, espaço de concerto mais conceituado do Brasil e sede da Orquestra do Estado de São Paulo.

As cantoras Graciela Oddone (soprano) e Cecília Amancay Pastawski (mezzo soprano) vêm da Argentina para enriquecer a apresentação. O público também poderá conferir os solos do contratenor Paulo Mestre, do tenor Sidney Gomes e do barítono Cláudio de Biaggi.

Repertório

O tour do grupo na capital paulista comemora duas datas expressivas. Além dos 45 anos da Camerata, a Sala São Paulo também completa 20 anos de existência.

O repertório escolhido para as comemorações reflete o significado da data. Será executada uma obra emblemática, realizada sempre em momentos de grande relevância na história da Camerata, desde a sua fundação pelo maestro Roberto de Regina e pela cravista Ingrid Müller Seraphim.

“Nas comemorações dos 45 anos é importante revisitar essa espécie de hino”, afirmou o maestro Luís Otávio Santos.

“Vamos apresentar uma outra visão de Dixit Dominus, pois a música barroca está em constante crescimento e descobertas.”

Sobre a obra

A obra Dixit Dominus, de Georg Friedrich Händel (1685-1759), foi composta em 1707, em homenagem à Virgem de Monte Carmelo. A peça, escrita por Händel durante uma temporada em Roma, tem texto em latim do Salmo 110.

Sua estrutura consta de oito números e se distingue pela inspiração teatral e inesgotável capacidade para ilustrar musicalmente, às vezes de forma literal, as palavras do salmo que lhe dá nome.

Próxima da original

A versão apresentada será mais próxima da versão original do compositor Georg Friedrich Händel (1685-1759).

“Minha interpretação se baseia na partitura e no manuscrito. Tento entender a assinatura do autor e o que ele quis dizer, para interpretar da melhor forma a composição”, completa o maestro.

História

Constituída por Coro e Orquestra, a Camerata Antiqua de Curitiba nasceu em 1974, por inciativa do maestro Roberto de Regina – hoje maestro emérito – e a cravista Ingrid Seraphim. A proposta inicial foi a de execução exclusiva de música barroca e renascentista, enriquecida com o acréscimo de um repertório de compositores contemporâneos nacionais e estrangeiros.

Mantida pela Fundação Cultural e administrada pelo Icac, a Camerata tem uma trajetória de conquistas e sucessos no cenário nacional e internacional. Em seu percurso, contou com o comando de músicos notáveis, como o contratenor Gerard Galloway e o violinista Paulo Bosísio, responsáveis por um longo período de orientação técnica do coro e da orquestra.

A preocupação com as questões sociais também marca a atuação da Camerata. Os programas Música pela Vida (1990), Alimentando com Música (1993) e Concerto nas Igrejas (2002) têm estabelecido um forte vínculo socioeducativo e cultural com a comunidade curitibana.

O grupo ainda se dedica ao ensino da música.

Serviço:

Festival Internacional de Campos de Jordão

Regente Luís Otávio Santos (MG/SP)

Datas: Sexta-feira, 26/7, às 20h30

Local: Auditório Cláudio Santoro (Av. Dr. Luis Arrobas Martins, Campos do Jordão – SP)

Entrada gratuita

Sala São Paulo

Data: Sábado, 27/7, às 16h30

Local: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes, 16 – Campos Elíseos, São Paulo – SP)

Entrada gratuita

Fonte Oficial: https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/camerata-celebra-45-anos-em-festival-internacional/51656.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …