Semam faz mapeamento e ações de preservação nas nascentes de rios e bacias hidrográficas da Capital

A Secretaria de Meio Ambiente (Semam) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vem promovendo uma série de ações de recuperação e recomposição de áreas verdes degradadas, a exemplo das nascentes dos rios, que tem recebido uma atenção especial dos técnicos da Divisão de Estudos e Pesquisas (Diep).

O “Projeto Nascentes” consiste no mapeamento e na realização de ações de preservação e recuperação das nascentes dos principais rios e bacias hidrográficas de João Pessoa. O secretário de Meio Ambiente, Abelardo Jurema Neto, destacou que “todas as ações de plantio e distribuição de mudas e recuperação de nascentes contribuem para diminuir a degradação do solo, evitando a erosão e os alagamentos. Essa é uma ação de extrema importância para preservarmos um dos patrimônios ambientais mais caros que temos, que é a água”, concluiu.

No levantamento feito pelos técnicos da Diep, estão sendo observadas as condições da água, se há óleo, espuma, nível de turbidez da água, que mostra a capacidade de absorção e reflexão da luz e serve como parâmetro das condições de consumo dessa água, entre outros aspectos. Todas as informações coletadas nos levantamentos são utilizadas para orientar e definir que ações de preservação e recuperação das nascentes dos rios e constam do Relatório Técnico “Mapeamento e Monitoramento das Nascentes e Corpos Hídricos de João Pessoa”

Balanço das ações nos rios – No primeiro semestre de 2017, foram plantadas 7.450 mudas nas margens do Rio Cabelo, Rio Laranjeiras, Parque Cuiá, Parque Augusto dos Anjos e Parque Ecológico do Rio Jaguaribe. Entre as espécies plantadas, estão os ipês amarelos, roxos e rosas, sibipiruna, pau-brasil, aroeira da praia entre outros. São árvores que vão contribuir para recuperar as áreas de mata ciliar, evitando a erosão e inundações em período de chuva. No Bosque das Águas, onde fica localizada a nascente do Rio Cabelo, em Mangabeira, foi feita a limpeza da área, retirada de lixo e replantio de mudas de árvores nativas.

Plantio urbano – Este ano a Semam deve plantar e distribuir 45 mil mudas de árvores nativas. Em 2018 foram plantadas 40 mil mudas. Em 2017, a Semam promoveu o plantio total de 53.760 mudas de árvores nativas em áreas de mata ciliar (perto dos rios), parques e áreas de proteção permanente, praças, canteiros de ruas e avenidas, escolas, Centros de Referência em Educação Infantil (Crei) e condomínios. No período 2013 a 2016, foram plantadas 123.427 mil mudas.

Além das ações de replantio e recuperação de áreas degradadas, a Semam também vem agindo – embora saneamento e fornecimento de água sejam de responsabilidade do Governo do Estado, da Cagepa – para acabar com o problema dos esgotos por toda a cidade, com ações de fiscalização constante, notificando e multando empresas e comerciantes que fazem ligações clandestinas de esgoto.

 

Fonte: http://www.joaopessoa.pb.gov.br/semam-faz-mapeamento-e-acoes-de-preservacao-nas-nascentes-de-rios-e-bacias-hidrograficas-da-capital/.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …