Saiba como a Ouvidoria da Câmara pode ajudá-lo

O que é

O cidadão paulistano tem um canal direto de comunicação com a Câmara Municipal de São Paulo através da Ouvidoria. Instituída pela Lei 15.507/2011, cabe à Ouvidoria realizar a interlocução da Câmara com a sociedade, recebendo solicitações, reclamações, sugestões e críticas.

A Ouvidoria também deve analisar, encaminhar aos órgãos competentes e acompanhar as manifestações dirigidas à Câmara. Também é sua atribuição responder aos cidadãos e entidades representantes da sociedade civil quanto a eventuais providências adotadas.

Outra função é auxiliar a Câmara a tomar medidas necessárias à regularidade dos trabalhos ou sanar violações, ilegalidades e abusos constatados. E ainda responder pelas solicitações enviadas ao Legislativo municipal com base na Lei de Acesso à Informação.

Para enviar questionamentos à Ouvidoria, o caminho é acessar a área específica do Portal, clicando aqui. Os atendimentos são realizados de forma presencial, por e-mail, telefone, através do Portal do Cidadão, mas também via carta e WhatsApp.

Portal do Cidadão

No Portal do Cidadão, o sistema usado serve para registrar, administrar e responder as manifestações dos munícipes, com o intuito de otimizar os procedimentos. Também é possível registrar as demandas com facilidade e monitorar virtualmente a qualquer momento os protocolos e respostas. Há ainda a possibilidade, ao final do atendimento, de avaliar a qualidade do serviço.

O que a Ouvidoria atende

Entre as dúvidas, críticas, elogios ou sugestões atendidas estão questões ligadas a:
Atividade Legislativa: sessões plenárias, audiências públicas, comissões, CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito) e agenda da Câmara;
Projetos de Lei: conteúdo, elaboração, tramitação, aprovações, sugestões;
Eventos Institucionais: premiações, sessões solenes e outros;
Expediente: Escola do Parlamento, Restaurante Escola, Biblioteca da Câmara, assessoria de imprensa, assessoria parlamentar, entre outros.

Questões de responsabilidade da prefeitura

Uma das atribuições da Ouvidoria é informar os cidadãos quando as manifestações recebidas não forem de sua competência, já que é bastante frequente o recebimento de demandas que não fazem parte das atribuições do Poder Legislativo municipal.

Veja a seguir algumas questões de responsabilidade da Prefeitura de São Paulo que costumam ser solicitadas ou questionadas pela população junto à Ouvidoria:

Zeladoria e Obras: limpeza de praças, poda de arvores, tapa buracos, iluminação pública, áreas verdes ajardinadas, limpeza de córregos, reforma/manutenção de guias e sarjetas, condições das vias públicas, denúncias de terrenos abandonados e outros;
Educação: Problemas ligados a escolas, creches, merenda, uniformes e outros;
Saúde: Hospitais municipais, postos de saúde, assistência social, centro de zoonoses e outros;

Nesses casos, o papel da Ouvidoria é encaminhar as demandas à Ouvidoria Geral do Município (OGM) e à secretaria municipal pertinente. E também orientar o cidadão sobre o caminho mais adequado para atendimentos futuros. Com o devido esclarecimento, o cidadão poderá encontrar de forma mais ágil e eficaz as respostas para as suas questões.

Como entrar em contato

WhatsApp: (11) 3396-4000
Telefone: 0800-3-226272; horário: das 8h às 19h
Pessoalmente: Sala da Ouvidoria, na Câmara Municipal de São Paulo, Viaduto Jacareí, 100 – 1º Subsolo – sala 29; horário: das 9h às 18h
Carta: Escreva para Ouvidoria do Parlamento: Viaduto Jacareí, nº 100, Bela Vista, São Paulo-SP, CEP 01319-900
Internet:
Via e-mail: ouvidoria@saopaulo.sp.leg.br ou acesse a Área do Cidadão, clicando aqui.

Fonte Oficial: http://www.saopaulo.sp.leg.br/blog/saiba-como-a-ouvidoria-da-camara-pode-ajuda-lo/.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Comissão debate situação de UBS do distrito de Marsilac, no extremo sul da cidade

Comissão de Saúde (14/8) LETÍCIA GOMESDA REDAÇÃO Em reunião nesta quarta-feira (14/08), a Comissão de Saúde, …