Sedes amplia número de famílias cadastradas no CadÚnico com visitas a presídios

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) está ampliando o cadastramento no CadÚnico, focando especialmente as famílias dos reeducandos que estão internos nos presídios da Capital. A primeira visita foi realizada nesta sexta-feira (2) na Penitenciária Desembargador Sílvio Porto, localizada no bairro de Mangabeira, onde foram identificadas mais de 180 famílias que podem ser cadastradas ou que precisam atualizar seus cadastros.

A iniciativa é inédita no Brasil e o objetivo da ação, uma parceria com a Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça da Paraíba, é fazer com que as políticas públicas de assistência social cheguem a esta população, para que recebam amparo e acessem programas do Governo Federal como o Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica, Auxílio Emergencial Financeiro, Minha Casa Minha Vida e outros.

Atualmente, na Capital, estão inscritas junto ao CadÚnico 98.500 famílias que, por meio desse cadastro, também acessam programas da Sedes como Escola Social, programa que oferece cursos profissionalizantes à população com objetivo de incentivar o emprego e renda, Centro de Referência em Assistência Social (Cras), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, entre outros.

A diretora de Assistência Social, Cízia Romeu, destacou o quanto é importante que estas famílias sejam amparadas. “Conseguimos identificar famílias que precisam de assistência em diversas áreas e o cadastramento no CadÚnico é o início para que elas tenham acesso a políticas públicas relevantes nos âmbitos federal e municipal. Para a diretoria, é mais uma oportunidade de conhecer as necessidades da população, conseguindo desenvolver projetos e ações que possam ajudar na melhoria da qualidade de vida das pessoas”, completou.

Sérgio Flores, presidente do Conselho de João Pessoa, instituição ligada à Vara de Execuções Penais, classificou como de grande importância o trabalho realizado. “A identificação das famílias é de suma importância e mostra que estão todos na mesma linha de pensamento. A condição de estar apenado causa sofrimento também para a família e esta parceria ajuda também na questão da informação, dando seguimento ao trabalho de assistência social”, frisou.

Fonte: http://www.joaopessoa.pb.gov.br/sedes-amplia-numero-de-familias-cadastradas-no-cadunico-com-visitas-a-presidios/.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Equipes realizam serviços em 15 praças

Tendo como objetivo garantir a transparência das ações da prefeitura, a Secretaria Municipal de Serviços …