Com economia, painéis solares “retiram” 34 toneladas de CO2 da atmosfera – Prefeitura de Curitiba/PR

Energia sustentável, menos poluição e economia de recursos. Em dois meses de operação, os painéis solares instalados no telhado da sede da Prefeitura foram responsáveis pela geração de mais de 34 mil kWh, energia limpa que resultou em 34 toneladas a menos de CO2 (gás carbônico) na atmosfera.

Os benefícios para o meio ambiente estão vindo acompanhados também de resultados financeiros positivos. Aplicadas as tarifas atuais, o município economizou cerca de R$ 17,7 mil na conta de luz do Palácio 29 de Março. Mantidas as condições de produção de energia, a conta de luz aponta para uma redução de 26%.

Fruto de parceria entre o município e a Copel, os 439 painéis solares começaram a produzir energia no dia 5 de junho. Com isso, foi reduzida a demanda por “energia normal” consumida da Copel. Quando há excedente na produção dos painéis, a geração entra na rede de distribuição chamada Smart Grid, e o valor é abatido da conta do município. 

De acordo com a Copel, o projeto é um dos maiores já viabilizados por meio do programa de eficiência energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no Estado. 

O CO2 que deixou de ir para a atmosfera equivale ao “trabalho” de 243 árvores, que seriam necessárias para compensar a poluição causada pela emissão do gás carbônico.

Estrutura

O sistema fotovoltaico instalado tem capacidade total de 144 kWp, podendo gerar 212MWh/ano – projetando uma economia da ordem de R$ 100 mil por ano considerando, apenas a geração de energia fotovoltaica.

O resultado tende a ser incrementado com a modernização de pontos de iluminação na cidade, com a troca de lâmpadas convencionais por LEDs atestados e certificados – processo que começou na semana passada e deve ser concluído até setembro.

Serão instaladas até 5 mil unidades de lâmpadas de menor potência, mas com alta luminosidade e eficiência energética comprovada, garantindo melhor iluminação e conforto visual. 

Complementar à essa reestruturação, os servidores devem receber treinamentos específicos para o uso racional da energia. Com isso, a economia estimada é de cerca de R$ 180 mil ao ano.

Os dados da produção de energia são fornecidos pelo monitor Shine Monitor, da empresa responsável pelo fornecimento dos painéis, e podem ser conferidos no aparelho instalado no hall do prédio central.  

Energia limpa 

“Estamos trabalhando nos projetos de energia renovável que visam mais do que a economia. Nosso principal objetivo é promover o uso de energia limpa e renovável na cidade”, explica a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias.

Segundo ela, o programa do município contribui ao esforço que todos devem fazer no combate aos efeitos das mudanças climáticas causadas pela ação do homem.

Programa amplo 

A instalação dos painéis faz parte do programa Curitiba Mais Energia, que ainda contempla casas entregues pela Companhia de Habitação Popular (Cohab), com o Cohab Solar, no Moradias Faxinal, no Santa Cândida. A ideia é que mais conjuntos sejam atendidos pelo programa.    

A ampliação das iniciativas está sendo desenvolvida. Curitiba recebeu US$ 1 milhão do C40 Cities Finance Facility, entidade internacional voltada a projetos de sustentabilidade ambiental. O dinheiro servirá para estrutura o projeto de instalação de painéis no antigo e desativado aterro sanitário da Caximba, na Rodoferroviária e nos terminais de ônibus do Pinheirinho, Santa Cândida, Boqueirão.  

Outra medida de energia limpa é a Central Geradora Hidrelétrica no Parque Barigui, uma doação da Associação Brasileira de Pequenas Centrais Hidrelétricas (Abrapch), em fase final de obras para entrar em operação ainda neste mês de agosto. 

A CGH Nicolau Klüppel, em homenagem ao engenheiro que instituiu os lagos dos parques como medidas de contenção de cheias, será capaz de gerar cerca de 21.600 kWh /mês, o que equivale à metade da energia consumida em todo o Parque Barigui mensalmente. A mesma quantidade seria capaz de suprir o consumo energético de 135 residências médias, com famílias de quatro pessoas.

Fonte Oficial: https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/com-economia-paineis-solares-retiram-34-toneladas-de-co2-da-atmosfera/51845.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Rua da Cidadania do Cajuru retoma o Encontro dos Artistas – Prefeitura de Curitiba/PR

    Recomeça nesta quinta-feira (25/10), às 19h, no auditório da Rua da Cidadania do …