Começou cadastramento para estudantes novos em 2020 – Prefeitura de Curitiba/PR

Vai até 31 de agosto de o período para o cadastramento de crianças e estudantes que precisam de vagas para 2020, em turmas de pré e 1º ano do Ensino Fundamental, na Rede Municipal e Ensino de Curitiba.

O cadastramento teve início em 1 de agosto e deve ser feito no portal Cidade do Conhecimento. Ao preencher o cadastro, as famílias indicam até três opções de escolas de preferência. Os endereços das unidades também estão disponíveis no site.

A distribuição de vagas é feita partir da indicação da unidade e do endereço da família. A intenção é garantir a matrícula de cada criança na unidade mais próxima de casa.

Na Regional Cajuru, são 22 escolas municipais nos seis bairros da região (Cajuru, Uberaba, Tarumã, Guabirotuba, Capão da Imbuia e Jardim das Américas). 

Orientações

O cadastramento é voltado somente às crianças que ainda não estudam na rede municipal de ensino de Curitiba. As que já estão matriculadas em uma unidade da rede, seja escola ou Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), não precisam se cadastrar, pois seguirão o fluxo normal ao mudarem de ano, bastando confirmar a matrícula posteriormente.

“Esse procedimento é para que a secretaria possa fazer o planejamento de turmas para o ano seguinte”, explica a superintendente de Gestão Educacional, Elisângela Mantagute.

Segundo a responsável pelo Departamento de Planejamento, Estrutura e Informações da secretaria, Beth Dubas, o cadastramento não representa a efetivação da matrícula. “Depois do resultado do processo, as famílias receberão orientações para a matrícula, que deve ser realizada na unidade”, ressalta Beth.

Em casos de dúvidas sobre o cadastramento, as famílias podem procurar o Núcleo Regional de Educação do Cajuru.

Serviço

Núcleo Regional de Educação Cajuru

Rua da Cidadania, na Avenida Maurício Fruet, 2.150.

Telefone: (41) 3361-2357.

Fonte Oficial: https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/comecou-cadastramento-para-estudantes-novos-em-2020/51842.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Procon vê indícios de aumento injustificado em combustíveis

Uma investigação preliminar do Procon Porto Alegre aponta que pelo menos 17 postos da Capital …