Indenização para vítimas de violência doméstica está na pauta da CDH — Senado Notícias

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) deve analisar nesta quinta-feira (8) dois projetos que podem modificar a Lei Maria da Penha (Lei 1.340, de 2006, que tipifica crimes de violência doméstica).

O primeiro deles, já aprovado pela Câmara, prevê o pagamento de indenização por danos morais decorrentes de prática de violência contra a mulher. Esse pagamento poderia ser determinado pelo juiz entre as medidas protetivas de urgência, independentemente de instrução probatória. O PL 1.380/2019 ainda passará por votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) antes de seguir para a Câmara dos Deputados.

O outro projeto torna obrigatório o sigilo de todos os processos criminais e cíveis abertos com base na Lei Maria da Penha. Atualmente essa determinação do segredo de Justiça depende da avaliação do juiz. Se for aprovada, a proposta (PL 1.822/2019) seguirá para decisão terminativa na CCJ.

Concursos

A questão das cotas para pessoas com deficiência em concursos públicos também integra a próxima pauta de votações da CDH. Uma proposta do senador Romário (Podemos-RJ) garante, aos candidatos que entram na reserva de até 20% das vagas para pessoas com deficiência, doença grave ou incapacitante, a avaliação individual e por equipe multiprofissional depois da aprovação e como condição para a posse. A ideia do projeto (PLS 335/2018) é impedir que candidatos sejam excluídos por critérios supostamente objetivos sem que a real capacidade de trabalho seja testada antes da exclusão.

Delegados

Outra proposta que aparece na pauta da CDH é a que permite à autoridade policial a adoção de medidas protetivas aos vulneráveis (PLS 90/2015). O texto dá aos delegados, por exemplo, a possibilidade de tomar providências na aplicação imediata de medidas protetivas — como encaminhar o idoso com direitos ameaçados ou violados à família ou curador, mediante termo de responsabilidade, ou a abrigo temporário, desde que corra risco de morte, e também encaminhar ao Conselho Tutelar criança ou adolescente com direitos ameaçados ou violados.

A reunião da CDH está marcada para as 9h na sala 2 da Ala Nilo Coelho e será transmitida em tempo real pelo canal da TV Senado no YouTube.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/08/05/indenizacao-para-vitimas-de-violencia-domestica-esta-na-pauta-da-cdh.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Sancionada lei que inclui Tobias Barreto no ‘Livro dos Heróis da Pátria’ — Senado Notícias

Foi sancionada, na terça-feira (10), a Lei 13.927, que inscreve o nome de Tobias Barreto …