Plenário deve votar proteção à Marcha de Resistência do Cavalo Crioulo — Senado Notícias

A Marcha de Resistência do Cavalo Crioulo do Rio Grande do Sul pode se tornar uma manifestação da cultura nacional, caso o Plenário do Senado aprove o Projeto de Lei 408/2019. A matéria já foi aprovada pela Câmara dos Deputados e ganhou parecer favorável nesta terça-feira (6) pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). Conforme o texto, cabe ao poder público garantir a realização das marchas.

As Marchas de Resistência são provas em que os cavalos da raça crioula são testados em rusticidade, resistência e capacidade de recuperação. Para isso, os participantes se concentram por 30 dias, para equiparar as condições físicas e nutricionais de todos os animais. Observada a saúde do animal, são percorridos 750 quilômetros em 15 dias.

Ao apresentar seu voto favorável ao projeto na CE, o senador Lasier Martins (Podemos-RS), explicou o papel do cavalo na tradição gaúcha.

— O cavalo crioulo é extremamente valorizado e respeitado no Rio Grande do Sul. A Expointer, que começa daqui a 15 dias em Esteio, é a maior feira de animais do Brasil e, nesse evento, uma das principais competições é a Freio de Ouro, com cavalos crioulos adestrados para o trabalho de campo.

Essa mesma ideia foi colocada pelo autor do projeto na Câmara, o deputado Afonso Hamm (PP-RS). Ao justificar a proposta, ele afirmou que a raça crioula está bastante estabelecida no país: de acordo com a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), o crescimento dessa manada no Brasil em 2015 atingiu 6,4%, totalizando 402.341 animais em todos os estados.

Afonso Hamm também mostrou a tradição da Marcha de Resistência não só no Brasil, mas também na Argentina e no Uruguai. No RS, as cidades de Alegrete (RS), Bagé, Canguçu, Santa Maria, Dom Pedrito, Rosário do Sul, Santo Antônio da Patrulha, Uruguaiana, e Jaguarão realizam a marcha.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/08/06/plenario-deve-votar-protecao-a-marcha-de-resistencia-do-cavalo-crioulo.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

promulgadas mudanças na lei que reestrutura a organização do governo federal — Senado Notícias

O presidente da República, Jair Bolsonaro, promulgou nesta quarta-feira (11) as mudanças determinadas pelo Congresso …