Mercado livre de energia elétrica é tema de audiências na CI — Senado Notícias

A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) se debruça na próxima semana sobre o projeto de lei que expande o mercado livre de energia elétrica, permitindo que pequenos consumidores possam fazer a portabilidade da conta de luz. O chamado mercado livre de energia permite aos consumidores comprar energia elétrica diretamente dos geradores e das empresas comercializadoras, sem serem obrigados a comprá-la de determinadas concessionárias e distribuidoras.

Serão realizadas duas audiências públicas para a instrução do PLS 232/2016, que está nas mãos do relator, senador Marcos Rogério (DEM-RO): uma na terça-feira (13) e outra na quarta-feira (14).

Para o primeiro debate, foram convidados representantes do setor elétrico, entre eles, o presidente da Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Energia Elétrica (APINE), Guilherme Jorge Velho; o presidente da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (ABRACEEL); e o presidente da Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (ABRACE). A audiência está marcada para começar às 9h, no Plenário 13, da Ala Alexandre Costa.

Já na quarta-feira (14), o debate começa às 13h e reunirá representantes do governo e da sociedade civil. Foram convidados o secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Ricardo Cyrino; o diretor Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Rodrigo Limp; o secretário de Fiscalização de Infraestrutura de Energia Elétrica do Tribunal de Contas da União (TCU), Manoel Moreira de Souza Neto, e o especialista em Energia e Sustentabilidade do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), Clauber Barão Leite.

Apresentada pelo ex-senador Cassio Cunha Lima, a proposta já passou por duas comissões. Na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), o texto ganhou nova redação do relator, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), tendo sido aprovado no dia 20 de novembro de 2018. No dia seguinte, o substitutivo do parlamentar tucano foi acatado sem alterações na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde foi relatado pelo líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). A CI dará a palavra final sobre a proposta.

A proposição altera o modelo comercial de energia elétrica no país com a intenção de, progressivamente, permitir que os pequenos consumidores possam optar em fazer parte do mercado livre, hoje restrito a grandes consumidores de energia. Atualmente, clientes com carga inferior a 500 KW só podem comprar energia da distribuidora em que estão conectados. Esse é o caso do pequeno consumidor residencial, comercial ou de pequenas indústrias, chamado de mercado consumidor cativo.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/08/12/mercado-livre-de-energia-eletrica-e-tema-de-audiencias-na-ci.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

CDH vai discutir decisões judiciais contra o INSS — Senado Notícias

A judicialização de decisões do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e a garantia da …