Congresso instala quatro comissões para análise de medidas provisórias – Congresso em Foco

Nesta quarta-feira (21), deverão ser instaladas as comissões mistas para analisar as Medidas Provisórias 887/2019, 888/2019, 889/2019 e 890/2019. A MP 887/2019 autoriza o Comando da Aeronáutica a prorrogar, até 30 de junho de 2021, 30 contratos do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial.

Já a MP 888/2019 limita o número de servidores e empregados públicos da administração pública federal direta, autárquica e fundacional requisitados pela Defensoria Pública da União.

A MP 889/2019, por sua vez, torna possível o saque integral do saldo do PIS-Pasep a partir de 19 de agosto de 2019, e institui a modalidade de saque-aniversário do FGTS.A MP 890/2019 institui o Programa Médicos pelo Brasil e institui o Serviço Social Autônomo, denominado Agência para o Desenvolvimento da Atenção Primária à Saúde.

As quatro comissões deverão ter alternadamente um deputado e um senador em suas presidências e relatorias, seguindo acordos entre os partidos.As medidas provisórias possuem prazo de 60 dias para serem analisadas, podendo ser prorrogadas por mais 60 dias. Caso não sejam votadas pela Câmara e pelo Senado nesse prazo, perdem a validade.

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!

Continuar lendo em Congresso em Foco.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

TJGO instala primeira Unidade de Processamento Judicial nesta sexta-feira (13) – AASP

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Walter Carlos Lemes, …