Programas de profissionalização de jovens divulgam o Jovem Senador — Senado Notícias

O Projeto Jovem Senador é uma oportunidade para os jovens de ensino médio das escolas públicas estaduais conhecerem o Legislativo Federal, vivenciarem o processo de discussão e elaboração das leis e, principalmente, pautarem discussões do Parlamento. Todas as propostas legislativas aprovadas pelos jovens senadores são transformadas em sugestões legislativas à Comissão de Direitos Humanos (CDH) e relatadas por senadores. Se obtiverem parecer favorável, passam a tramitar como projetos de lei do Senado.

Programas de profissionalização de jovens como o Centro Salesiano do Aprendiz (Cesam), a Casa de Ismael e o Programa Nacional de Acesso a Cursos, Empregos e Concursos (Pronatec), estão ajudando a divulgar a iniciativa entre os jovens que atendem.

O Cesam-DF, instituição filantrópica que oferta qualificação sócio-profissional e inserção de adolescentes e jovens no mundo do trabalho, abriu suas portas durante uma semana para que um representante do projeto apresentasse o Jovem Senador durante a semana cultural que promove. O Cesam-DF atende cerca de 1.500 alunos e é, atualmente, a instituição que seleciona os jovens aprendizes que trabalham no Senado e na Câmara dos Deputados. Já está agendado também um bate-papo com os estudantes atendidos pela Casa de Ismael, instituição de assistência social do Distrito Federal que atende a crianças, adolescentes e respectivas famílias em situação de risco e vulnerabilidade social.

Já o Pronatec, programa do Ministério da Educação destinado aos estudantes e também aos trabalhadores que visam alcançar melhores oportunidades na vida profissional, divulgou o Jovem Senador com a seguinte chamada: “Já pensou em começar uma vida pública desde cedo e garantir um ótimo currículo? Isso é possível através desse programa que deverá incentivar jovens a participar do exercício da democracia e da política no país! Saiba mais!” O texto completo está no site do Pronatec.

O Jovem Senador é hoje um projeto de educação política realizado anualmente, e já consolidado, que conquistou o respeito e a confiança da comunidade escolar pela seriedade com que é executado. Mais do que o conhecimento adquirido na fase presencial, a classificação para o projeto representa para a grande maioria dos participantes uma valorização pessoal, em sua comunidade e no trabalho.

A experiência única valoriza o mérito e o esforço individual dos selecionados, bem como o trabalho coletivo da comunidade, e dá aos participantes um sentimento real de pertencimento a um grupo e a uma causa.

Para participar, os estudantes devem escrever uma redação sobre o tema de 2019: Cidadão que acompanha o orçamento público dá valor ao Brasil. As inscrições vão até 16 de agosto. Veja aqui como se inscrever.

Estudantes no exterior

O Jovem Senador tem ainda despertado o interesse dos jovens que pleiteiam bolsas de estudo no Brasil e no exterior, em instituições públicas ou privadas, como forma de valorizar o currículo, seja pelo grau de dificuldade da seleção ou pelo viés de formação política e educação para a cidadania, com a possibilidade real de propor leis que integrarão o ordenamento jurídico brasileiro. Os dois casos mais representativos são os alunos Ruan (PA) e Leonardo (RO), ambos selecionados para universidades estrangeiras, Dartmouth College e Harvard, respectivamente.

Contato

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/08/19/programas-de-profissionalizacao-de-jovens-divulgam-o-jovem-senador.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Corrupção é cara para País, diz Styvenson — Senado Notícias

O senador Styvenson Valetim (Podemos-RN) ressaltou nesta segunda-feira (19), em Plenário, que a corrupção é …