Davi diz que reforma da Previdência é necessária para ajustar as contas do país — Senado Notícias

Após a aprovação da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) nesta quarta-feira (4), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, foi ao colegiado para agradecer a todos os senadores e servidores que se dedicaram à análise da PEC 6/2019 e à criação da chamada PEC Paralela.

— Minha presença aqui hoje é em sinal de agradecimento a todos os senadores e senadoras e aos servidores do Senado Federal, que ajudam todos os senadores a cumprirmos nossas obrigações.

Embora reconhecendo que a reforma “não é simpática nem fácil”, por mexer com a vida das pessoas, Davi disse que as mudanças são necessárias para ajudar no ajuste das contas públicas brasileiras.

— Não é um debate fácil, não estamos todos felizes e alegres por votar essa matéria. Ninguém está comemorando. Mas quero cumprimentar todos os senadores, que têm consciência de sua obrigação e responsabilidade.

Davi também elogiou o desempenho da presidente da CCJ, senadora Simone Tebet (MDB-MS), e do relator, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Comemorou ainda o fato de a PEC paralela vir a proporcionar a inclusão de estados e municípios na reforma previdenciária.

O presidente garantiu que a PEC paralela “não vai ficar engavetada na Câmara dos Deputados”, pois negociações nesse sentido já estariam em andamento, principalmente com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

— A nossa serenidade e a nossa responsabilidade fizeram a gente chegar até aqui. A Câmara dos Deputados cumpriu com o seu dever e o Senado Federal, hoje, também cumpre com a sua obrigação, de maneira altiva, respeitando os contrários. Mas sabendo que, infelizmente, se essa conta não fechar, estaremos prejudicando as futuras gerações e seremos cobrados por isso.

Logo depois, Davi afirmou à imprensa que o próximo passo é discutir e votar a PEC 6/2019 em dois turnos no Plenário do Senado, processo já iniciado nesta mesma quarta-feira (4). A votação em primeiro turno deve ocorrer já na próxima semana ou, no mais tardar, na semana seguinte.

Já a PEC paralela ainda terá de passar pela CCJ, disse o presidente, mas, se houver acordo político, a análise poderá ser bem rápida na comissão, para que a matéria siga logo para o Plenário. Ambas as PECs poderão receber emendas quando estiverem no Plenário.

Davi disse ainda que o cronograma inicial está mantido e que a conclusão da votação da PEC 6/2019 deve ocorrer até 10 de outubro e, a da PEC paralela, alguns dias depois.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/09/04/davi-diz-que-reforma-da-previdencia-e-necessaria-para-ajustar-as-contas-do-pais.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Elevado em Santa Catarina, na BR-282, passa a se chamar Carlos Joffre do Amaral — Senado Notícias

Vai à sanção presidencial o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 68/2017, que dá o …