Setembro tem programação intensa de educação para o trânsito – Prefeitura de Curitiba/PR

 

Curitiba ampliou a Semana Nacional do Trânsito (SNT) – celebrada de 18 e 25 de setembro – com o desenvolvimento de ações educativas e de conscientização durante todo o mês. Na programação estão campanhas de respeito à faixa de pedestres, facilidades online para o cidadão que precisa de serviços na área, um programa voltado à inclusão no trânsito e incentivo para que o motorista não dirija se ingerir bebida alcoólica.

“Será um mês inteiro de educação para o trânsito”, disse o prefeito Rafael Greca. “Vamos ensinar as pessoas a atravessar na faixa e os motoristas a dar a preferência ao pedestre, ensinar a respeitar pessoas com deficiências nas ruas, ensinar a respeitar a vida, inclusive voltar da balada de carona, veículo de aplicativo ou de táxi”, enumerou.

Desde o início da semana, agentes de trânsito e guardas municipais estão engajados na ação de reforço à prioridade de travessia nas faixas de pedestre sem semáforos. Iniciada pela região central, a atividade continua até o fim do mês e passará pelos bairros.

Não dirigir após beber é o foco da campanha Deixe seu Carro em Casa, que será desenvolvida em parceria com a iniciativa privada, em bares, restaurantes e casas noturnas, a partir do dia 18.

“A ideia é de uma balada feliz, orientando os motoristas a deixarem o carro em casa para sair com os amigos. Se você for festar, deixe o carro em casa e seja livre na balada”, disse Greca.

Iniciativas pioneiras

Ao longo do mês também acontece o lançamento oficial do programa Trânsito para Todos, encabeçado pela Escola Pública de Trânsito (EPTran). “A Escola de Trânsito preparou um programa pedagógico de mão dupla, tanto para as pessoas com deficiência como para as sem deficiência”, antecipou Greca.

Além de projetos específicos para pessoas com deficiência, o programa contempla o Na Sua Pele, que busca sensibilizar os motoristas, pela empatia e pelo conhecimento, sobre as limitações do outro.

“Serão educadas as pessoas com e sem deficiência. Esses últimos passarão por desafios, colocando limitações de visão, de mobilidade, atravessando a rua com bengalas, cadeiras de rodas e vendas”, exemplifica o prefeito.

De acordo com a EPTran, a iniciativa é inédita no Brasil. Esse pioneirismo também tem outra vertente: já está disponível a indicação de condutor online para multas de trânsito. Com a inovação, Curitiba se tornou a primeira cidade do País a oferecer a facilidade ao cidadão.

A abertura oficial da Semana Nacional do Trânsito na capital, com a participação das instituições públicas e privadas envolvidas no trânsito, será no dia 18, às 10h30, no Salão de Atos do Parque Barigui. O mês terá ainda palestras e vivências em escolas.

Ações em desenvolvimento

Nesta semana, o prefeito recebeu o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel; a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella; o diretor de Infrações e Recursos da Setran, Bernardo Fidalgo de Barros; e o diretor da Escola Pública de Trânsito (EPTran), Claudionor Agibert.

“Eles apresentaram um relatório com as ações que já vêm sendo desenvolvidas para a proteção da vida no trânsito curitibano”, conta o prefeito. Entre elas, a pintura das faixas de pedestre que foi intensificada: já foram mais de mil desde o início do ano.

Além disso, 15,2 mil placas de trânsito foram substituídas. Até o fim do ano, mais 12 mil serão trocadas, por toda a cidade.

“Começamos ainda um programa de ampliação das travessias elevadas, em frente à Escola Municipal Maria Neide Betiatto, na Rua Pedro Picussa, no Umbará”, comentou.

Equipes da Prefeitura estão trabalhando para definir um cronograma para outros locais prioritários e com grande movimentação de pessoas que devem ganhar uma faixa elevada.

Xô, Tranqueira

O prefeito também destacou a ação do Xô, Tranqueira, que consiste em retirar das ruas carcaças de veículos abandonados, com o serviço de guincho. A iniciativa era um anseio da população atendido pela atual gestão municipal. 

“Praticamente eliminamos os carros abandonados das ruas, que também eram focos de mosquitos transmissores de doenças”, lembrou Greca.

Foram retirados das ruas 423 veículos abandonados desde março de 2018, quando o serviço de guincho voltou a operar na cidade.

Somando-se a veículos removidos em blitze e situações de rotina, como estacionamento irregular, as remoções ultrapassam 6,5 mil. Também já foram feitos 16 leilões de veículos não retirados do pátio pelos proprietários.

Fonte Oficial: https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/setembro-tem-programacao-intensa-de-educacao-para-o-transito/52440.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Acampamento Farroupilha tem ação contra o trabalho infantil

As equipes que formam a Comissão do Programa de Erradicação ao Trabalho Infantil (Competi) realizam, nesta …