CRE sabatina diplomatas para embaixadas na Bósnia e na Guiana — Senado Notícias

A Comissão de Relações Exteriores (CRE) promove na terça-feira (10), a partir das 10h, sabatina do diplomata Lineu Pupo de Paula, indicado para chefiar a embaixada brasileira na Bósnia e Herzegovina.

Já na quinta-feira (12), será feita a sabatina da diplomata Maria Clara Duclos Carisio, indicada para ser a embaixadora do Brasil na Guiana.

Relator da indicação de Lineu Pupo de Paula, o senador Humberto Costa (PT-PE) informa em seu relatório que o indicado é ministro de primeira classe da carreira de diplomata do Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty), é formado em Direito e ingressou na carreira em 1982. O indicado já trabalhou nas embaixadas na Argentina, El Salvador, Honduras, Venezuela e Guiana.

O senador informa ainda que a Bósnia e Herzegovina é uma república parlamentarista localizada no Sudeste da Europa e conta com 3,8 milhões de habitantes. Oriunda da antiga Iugoslávia, a Bósnia tornou-se independente em 1992. Em 1995, Brasil e Bósnia estabeleceram formalmente relações diplomáticas. A embaixada brasileira na capital daquele país, Sarajevo, foi aberta em 2010.

“As relações ainda são bastante incipientes tanto no plano econômico quanto no cultural. Há, no entanto, possibilidade de expansão nesses domínios à vista sobretudo da forte empatia entre bósnios e brasileiros. Nesse sentido, o entusiasmo comum pelo futebol tem resultado em divulgação positiva do Brasil. Esse quadro reflete nas trocas comerciais com a ampliação, por exemplo, nas vendas diretas de café brasileiro. O comércio bilateral, contudo, segue sendo bastante tímido. Em 2018, exportamos US$ 2,5 milhões (minérios, metais, máquinas) e importamos US$ 722 mil (máquinas, ferramentas, papel, couro, têxteis)”, diz Humberto em seu relatório.

Guiana

Relator da indicação de Maria Clara Duclos Carisio, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) informa em seu relatório que a diplomata é ministra de primeira classe, formada em economia e ingressou no Itamaraty em 1981. Já trabalhou em cargos destacados nos Estados Unidos e na Europa.

Chico Rodrigues informa ainda que a Guiana, situada no norte da América do Sul, tem cerca de 800 mil habitantes e é um Estado associado ao Mercosul. A Guiana conquistou sua independência em relação ao Reino Unido em 1966 e iniciou relações com o Brasil dois anos depois. A ponte sobre o Rio Tacutu, primeira ligação terrestre entre os dois países (a partir de Roraima), foi inaugurada em 2009 e representou um passo concreto e decisivo na integração entre Brasil e Guiana, acrescenta o senador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/09/06/cre-sabatina-diplomatas-para-embaixadas-na-bosnia-e-na-guiana.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Senado doa obras em braile na Bienal Internacional do Livro, no Rio — Senado Notícias

O Senado fez nesta sexta-feira (6), no Rio de Janeiro, a entrega de livros em braile …