Representantes da Emlur promovem palestras de conscientização sobre destino final de resíduos

A Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) marcou presença na 4ª edição do Veg Jampa ocorrido no final de semana na Usina Cultura Energisa, que abriu espaço para a realização de uma roda de diálogo abordando o tema: ‘Pra onde vai o seu resíduo?’ Representaram a Autarquia Samyr Sampaio, engenheiro e coordenador do Departamento de Tratamento e Disposição Final de Resíduos (Detradif) e Marcella Medeiros, engenheira ambiental e coordenadora da Divisão de Reciclagem do Órgão.

“Agradecemos a oportunidade de participar desse momento porque podemos falar sobre o trabalho realizado pela Emlur acerca do gerenciamento dos resíduos sólidos em João Pessoa. Também chamamos a atenção sobre a importância da participação e responsabilidade da população para a manutenção da limpeza urbana”, frisou.
No decorrer da roda de diálogo, foi frisada ainda a preocupação com o lixo jogado nas praias da cidade. Os representantes da Autarquia relacionaram os resíduos mais encontrados nas areias, destacando os descartáveis, tampas de garrafas, alimento e coco e das ações de vândalos que danificam as lixeiras, dificultando mais ainda o trabalho dos agentes.

Além disso, destacou-se o trabalho referente à coleta seletiva, que conta com a parceria das associações de catadores de João Pessoa. Durante a apresentação dos representantes da Emlur, foram disponibilizados os endereços dos núcleos de coleta na cidade, que intalados nos bairros Jardim Cidade Universitária, Bessa, Mangabeira, Cabo Branco e Bairro dos Estados, além do Centro de Triagem que funciona no Aterro Sanitário.

Marcella Medeiros também esclareceu dúvidas dos participantes sobre os serviços prestados pela Autarquia e apresentou dados da Abrelpe (Associação das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais) disponibilizados em 2017 que apontam João Pessoa como a quinta capital do país com o maior índice de coleta seletiva do Brasil (5%) e que esse percentual registrou aumento em 2018, e, conforme levantamento feito pelo setor de Coleta Seletiva do Órgão, o percentual já atinge 5,3%, superando a média nacional que é de 3%.

E Alhandra Alvim, coordenadora da Sociedade Vegetariana Brasileira, Núcleo de João Pessoa, agradeceu a participação da Emlur no evento: “Foi muito importante para nós e para todos os participantes receber informações e orientações para nos conscientizarmos sempre mais acerca da nossa responsabilidade no que diz respeito ao meio ambiente e como contribuir”, destacou.

Fonte: http://www.joaopessoa.pb.gov.br/representantes-da-emlur-promovem-palestras-de-conscientizacao-sobre-destino-final-de-residuos/.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Saúde alerta sobre doenças típicas da Primavera, sintomas e prevenção

A chegada da Primavera traz consigo, além das flores, doenças típicas do período, que se …