CPMI das Fake News ouvirá representantes do Whatsapp, do Telegram e do Facebook — Senado Notícias

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Fake News vai ouvir representantes de empresas de tecnologia e redes sociais como o Whatsapp, Twitter, Telegram, Facebook, Instagram e Google. A deputada Luizianne Lins (PT-CE) entende que esse é o primeiro passo para entender a magnitude das fake news no país. Contrário aos requerimentos para que representantes das empresas compareçam ao Congresso, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) entende que a CPI não tem fato determinado e a vinda de representantes das empresas é uma desculpa para se arranjar algo que possa ser investigado. A relatora da CPI, deputada Lídice da Mata (PSB-BA), apresentou o seu plano de trabalho, que inclui a audiência de representantes do site noticioso The Intercept. A reportagem é de Rodrigo Resende, da Rádio Senado.

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/audios/2019/09/cpmi-das-fake-news-ouvira-representantes-do-whatsapp-do-telegram-e-do-facebook.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Exposição no Senado celebra os 76 anos de criação do território do Amapá — Senado Notícias

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, abriu, nesta terça-feira (10), a exposição “Amapá — Onde …