Ministros Moro, Salles e Tarcísio podem ser convocados pela Câmara. Acompanhe ao vivo – Congresso em Foco

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara busca convocar ministros do Governo para comparecer à Casa para dar explicações sobre suas atitudes diante dos desastres ambientais que estão acontecendo no Brasil. Deverão ser realizadas votações para convocação dos ministros do Meio Ambiente Ricardo Salles, Justiça e Segurança Pública Sergio Moro e ministro de Infraestrutura Tarcísio de Freitas.

A base do Governo na Câmara está trabalhando para impedir que as convocações sejam aprovadas. Ao menos três parlamentares da base do governo que não fazem parte da comissão estão presentes nela, são eles:  Deputado Delegado Éder Mauro (PSD-PA), deputada Caroline Detoni (PSL-SC) e o vice-líder do DEM Pedro Lupion (PR).

Os parlamentares que não fazem parte da comissão, podem pedir a palavra, como prevê o regimento, mas não podem votar.

“É natural que a base do Governo obstrua a convocação de um ministro”, afirmou Pedro Lupion. “Não existe nenhum moleque aqui, ninguém está brincando de ser deputado. Se tiver um convite o compromisso será cumprido”, completou o deputado.

O parlamentar fez esta afirmação como resposta às críticas dos parlamentares ambientalistas que afirmam que a convocação se dá como resposta à falta do ministro no convite enviado para o comparecimento de Salles na semana passada.

O clima da Comissão de Meio Ambiente está quente, o Deputado Éder Mauro foi contundente, deu tapas na mesa, gritou e acusou ONGs de tocarem fogo na Amazônia.

O presidente da Comissão pediu a palavra e repreendeu o parlamentar avisando que sua acusação será apurada. “Não acho que acusar a sociedade civil ou quem quer que seja, ajude a mudar o cenário”, disse Agostinho.

Acompanhe ao vivo:

Continuar lendo em Congresso em Foco.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Tribunal de Goiás adere ao PJe para tramitação de processos – AASP

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) recebeu solicitação do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) …