Biblioteca do TSE é aberta ao público e oferece espaço para estudo — Tribunal Superior Eleitoral

Quem procura espaço para estudo em Brasília pode contar com a Biblioteca do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que é aberta ao público, de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h. O acervo conta com cerca de 40 mil itens, entre livros, periódicos, DVDs, CDs, teses, dissertações, monografias, publicações do Tribunal, folhetos e manuais.

Com foco em obras de Direito Eleitoral, o acervo também reúne publicações de Direito Constitucional, Administrativo, Penal, Civil, Processo Penal e Processo Civil, bem como de Ciências Políticas, Ciências Sociais, Economia e áreas afins. Além disso, possui as coleções de Acervo Geral, Obras de Referência, Obras Raras, Reserva Técnica, Coleção Ministro Francisco Sá e Coleção de Periódicos.

Com amplo espaço e boa iluminação natural, o local oferece cabines individuais de estudo, mesas coletivas, computadores com acesso à internet e rede wi-fi.

História

A Biblioteca do TSE existe desde a primeira sede do Tribunal, no Rio de Janeiro, na Rua 1º de Março, atual prédio do Centro Cultural da Justiça Eleitoral (CCJE). Em 1960, com a transferência da capital do país para Brasília e, consequentemente, dos tribunais superiores, o acervo foi levado para a sede provisória do TSE na Esplanada dos Ministérios. Em 1992, a Biblioteca foi transferida para o Anexo I da antiga sede do TSE, localizada no Setor de Autarquias Sul.

Desde 1995, a Biblioteca carrega o nome do professor Alysson Darowish Mitraud, em homenagem póstuma feita pelos servidores ao ex-diretor-geral da Corte, falecido em 2004. Em fevereiro de 2012, o acervo passou a ocupar o 1º andar do atual edifício-sede do TSE.

A Biblioteca Professor Alysson Darowish Mitraud foi certificada pelo Conselho Regional de Biblioteconomia da 1ª Região, em 2011, e recebeu o Certificado ISO 9001:2008, que trata do atendimento ao usuário no que tange aos serviços de empréstimo e pesquisa de material bibliográfico.

Biblioteca Digital

Além do espaço físico, a Biblioteca do TSE disponibiliza ainda, em seu Portal na internet, vasto acervo que pode ser consultado por meio virtual. Trata-se da Biblioteca Digital da Justiça Eleitoral (BDJE), que possui aproximadamente 4,5 mil itens catalogados, incluindo livros, artigos e periódicos, publicados ou não pela Justiça Eleitoral, além da produção intelectual de ministros, desembargadores e servidores.

O acesso à Biblioteca Digital da Justiça Eleitoral pode ser feito pelo seguinte endereço: http://www.tse.jus.br/o-tse/cultura-e-historia/biblioteca/biblioteca-digital.

CM/LC, DM

Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2019/Setembro/biblioteca-do-tse-e-aberta-ao-publico-e-oferece-espaco-para-estudo.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

conheça as alterações legislativas para o pleito de novembro — Tribunal Superior Eleitoral

Na segunda matéria da série sobre as principais mudanças nas regras das Eleições Municipais de …