Empregados do setor elétrico aprovam acordo proposto pela Vice-Presidência do TST

document.write(‘‘); !function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(!d.getElementById(id)){js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=”http://platform.twitter.com/widgets.js”;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}}(document,”script”,”twitter-wjs”);



Vice-presidente do TST sugere nova assembleia na Eletrobrás, para não haver isolamento.

01/10/19 – Os empregados das empresas Furnas, Amazonas GT, Eletronuclear, Cepel, Eletronorte, Eletrosul, Chesf e Cgtee aprovaram a proposta de acordo coletivo de trabalho apresentada pelo vice-presidente do Tribunal Superior Trabalho, ministro Renato de Lacerda Paiva, para a data-base 1º/5/2019, o que configura maioria e garante o fechamento do acordo. No entanto, na assembleia realizada na sede da Centrais Elétricas Brasileiras S.A. (Eletrobrás), a proposta não foi aprovada por três votos. Em razão desse cenário, o ministro sugere que as entidades sindicais façam nova assembleia na base em que houve a rejeição, com a comunicação do resultado até sexta-feira (4).

Risco de isolamento

A situação de isolamento sindical que se configurará caso os empregados da Eletrobrás (holding das demais empresas) rejeitem novamente a proposta, segundo o ministro, contraria o princípio da unidade da categoria (artigo 8º, inciso II, da Constituição da República e artigo 511, parágrafo 2º, da CLT). “Não por acaso, em situações como essa, em caso de dissídio coletivo, a solução legislativa prevista consiste exatamente no efeito extensivo do acordo aprovado pelas outras bases, nos termos do artigo 868 da CLT”, afirmou.

O prazo para as empresas se manifestarem sobre a proposta de acordo coletivo vai até segunda-feira (7).

(GS/CF)

Processo: PMPP-1000388-94.2019.5.00.0000

Leia mais:

24/9/2019 – Proposta do TST para setor elétrico trata de reajuste e de cláusulas sociais

Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Secretaria de Comunicação Social
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4907
secom@tst.jus.br
<!– –> var endereco; endereco = window.location.href; document.write(‘‘) <!—-> Inscrição no Canal Youtube do TST

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Valec assina acordo com federações em conciliação na Vice-Presidência do TST

document.write(‘Seguir‘); !function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(!d.getElementById(id)){js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=”http://platform.twitter.com/widgets.js”;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}}(document,”script”,”twitter-wjs”); O acordo resolveu dois dissídios coletivos e duas datas-bases. O vice-presidente do …