TJAP se prepara pra Mês do Júri

O presidente do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), desembargador João Lages, recebeu, na manhã desta terça-feira (1º/10), os juízes que respondem por varas de Tribunal do Júri para discutir preparativos para a realização do Mês Nacional do Júri (em novembro). Desde 2017 a Justiça do Amapá promove pauta concentrada julgando crimes hediondos – homicídio e tentativas de homicídio – ao longo do mês de novembro, conforme indica a Portaria Nº 69/2017- CNJ.

Os dados coletados durante os julgamentos dos crimes dolosos contra a vida são enviados posteriormente ao CNJ, no prazo de uma semana após o encerramento da ação. Trinta dias após o encerramento das atividades, as cortes precisam informar ao Conselho as dificuldades que encontraram durante os julgamentos concentrados, suscitando propostas de aperfeiçoamento.

Além da programação propriamente dita, o desembargador-presidente observou que realizará júris simulados em escolas e cursos de Direito, promovendo a informação e reconhecimento de tal atividade pelo público, em especial aos futuros operadores do Direito – estimulando que outros juízes presentes sigam o exemplo.

Para sensibilizar defensores públicos e promotores em relação à manutenção dos julgamentos dentro do Mês Nacional do Júri, o presidente do TJAP também comprometeu-se a encontrar membros do Ministério Público e Defensores no próximo dia 18 de outubro.

Além do desembargador-presidente João Lages, participaram da reunião os magistrados Luiz Nazareno Borges Hausseler, titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Macapá; Priscylla Peixoto Mendes, titular da 1ª Vara Criminal e de Tribunal do Júri de Santana; Fábio Silveira Gurgel do Amaral, titular da Vara Única de Vitória do Jari; José Castellões Menezes Neto, titular da Vara Única de Amapá; Roberval Pantoja Pacheco, juiz substituto em exercício na 2ª Vara Criminal e de Tribunal do Júri de Santana. Também estiveram presentes os servidores Gilcicléia Andrade e Hermes da Silva.

A programação do Mês Nacional do Júri ocorrerá de 1º a 29 de novembro, em todas as comarcas do estado.

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/83509-2/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=83509-2.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Audiências de custódia serão realizadas em Pacaraima

Ainda como resposta à situação de conflitos em Pacaraima, fronteira com a Venezuela, representantes do …