Atendida no Cras São Braz, adolescente conquista espaço no mundo do trabalho – Prefeitura de Curitiba/PR

 

Aos 16 anos, a estudante Camila Vitória Silva Souza planeja com expectativa a formatura no ensino médio, que acontecerá no fim deste ano. O sonho de participar da festa, ter álbum de fotografias e vestido novo para a ocasião será possível graças ao salário que ela passou a receber desde fevereiro, quando foi efetivada no Núcleo da Fundação de Ação Social (FAS) Regional Santa Felicidade, por meio do programa Adolescente Aprendiz.

Camila é a filha do meio de uma das 2.057 famílias atendidas pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) São Braz. Está entre as 20 adolescentes encaminhadas neste ano pela unidade aos cursos de aprendizagem e colocação no mundo do trabalho.

“Eu participei de todos os cursos e palestras que me ofereceram e consegui me preparar para ter um bom trabalho”, ressalta a estudantes.

“Eu tenho pressa em me erguer, não dá para ficar parada na vida, quero me aprimorar e ter um bom trabalho”, diz Camila.

A formatura será apenas a conclusão de uma etapa. Os objetivos da jovem incluem cursar jornalismo e administração de empresas na universidade e participar de cursos de qualificação e extensão.

O trabalho

São 20 horas de trabalho semanais, no período contrário aos estudos, com serviços administrativos realizados num ambiente que permite importantes aprendizados à adolescente. Uma tarde da semana é dedicada a cursos profissionalizantes. É Camila quem recebe, separa, faz o controle e os encaminhamentos de todos os documentos que entram e saem do núcleo regional da FAS. 

“Camila é espontânea, comprometida, focada e organizada no trabalho, com disposição para aprender”, diz a agente administrativa que orienta a estudante, Roseli Paulino.

Vida Melhor

A família da estudante é atendida pelo Cras há seis anos, quando mudaram de São Paulo para Curitiba, em busca de uma vida melhor. A mãe, Maria Cristina Silva, trabalha como diarista e cria três filhos. Camila é a do meio.

“Dois já estão encaminhados na vida graças ao atendimentos do Cras, agora falta a menina mais nova, que começou a participar agora dos cursos que eles oferecem”, conta Maria Cristina.

A diarista começou a ser acompanhada pelo Cras em 2012, com inserção em programas e ações que promoveram qualidade de vida. No ano passado, Camila foi incluída no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, encaminhada para documentação e para o processo de formação ao mundo do trabalho, com a participação em diferentes cursos.

“Ela sempre foi muito assídua e interessada em aprender e esse é o papel do Cras, inserir as famílias nos programas que promovem qualidade de vida”, diz a coordenadora do Cras São Braz, Kátia Melissa Roden da Silva.

Para saber mais sobre o Cras São Braz clique aqui.

Fonte Oficial: https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/atendida-no-cras-sao-braz-adolescente-conquista-espaco-no-mundo-do-trabalho/52964.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Rua da Cidadania do Cajuru retoma o Encontro dos Artistas – Prefeitura de Curitiba/PR

    Recomeça nesta quinta-feira (25/10), às 19h, no auditório da Rua da Cidadania do …