Câmara deve votar criação da polícia penal nesta quarta-feira – Congresso em Foco

Está para ser votado nesta quarta-feira (2) na Câmara, a proposta de emenda à Constituição (PEC) 372, que prevê a criação da polícia penal. A matéria tem apoio do governo e de parte da oposição. Os críticos da pauta advertem que isso poderá aumentar o rombo das contas públicas.

> Porte de armas pode ser votado na Câmara; relator fará alterações no texto final

O texto determina como competência da nova categoria a segurança dos presídios e a escolta de presos, liberando as polícias civis e militares dessas tarefas.   Para os defensores, essa medida também dará agilidade e reduzirá a burocracia em casos de crimes dentro de presídios, uma vez que os próprios agentes poderão investigar.

Se aprovada, a PEC incluirá a polícia penitenciária no artigo 144 da Constituição, que trata da segurança pública.

Os agentes penitenciários temem que com o momento político que o país vive, em que parte da população, parlamento e do próprio governo se mostram favoráveis à privatizações, isso chegue até os presídios.

Os críticos do texto alertam para o possível inchaço que esta proposta trará aos cofres públicos. Uma vez criada a polícia penal, os mesmos benefícios despendidos aos policiais militares e civis poderá ser estendido a estes profissionais.

A matéria já foi aprovada no Senado. Na Câmara o clima também é positivo  para a aprovação da matéria.

> Contribua para o jornalismo independente!

Continuar lendo em Congresso em Foco.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Veja como os senadores votaram a reforma da Previdência – Congresso em Foco

O texto-base da reforma da Previdência foi aprovado em primeiro turno na noite desta terça-feira …