Galeria Casarão 34 prorroga exposição coletiva “Contos de Curiosidades Naturais e Artificiais”

A exposição “Contos de Curiosidades Naturais e Artificiais”, que reúne obras de cinco jovens artistas paraibanos, além de duas participações especiais, aberta no mês de agosto, foi prorrogada e fica em cartaz até o dia 31 de outubro na Galeria Casarão 34, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. A coletiva, realizada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope), é a segunda mostra premiada no Edital de Ocupação da Galeria Casarão 34 e faz parte da programação do AnimaCentro.

A coletiva “Contos de Curiosidades Naturais e Artificiais” tem curadoria de Rita do Monte e apresenta um conjunto de obras produzidas por Caballero, Madalena, Manuela Arruda, Rodrigo Lacet, Stephanie Soares e Tiffanie Podeur, artistas em início de carreira e residentes em João Pessoa. A mostra conta ainda com obras da artista paraibana Marlene Almeida e do artista paulista Marcelo Moscheta, ambos convidados do projeto ‘Laboratório de Curadoria’, orientado por Valquíria Farias, coordenadora da Galeria Casarão 34, do qual a curadora Rita do Monte participa.

“Contos de Curiosidades Naturais e Artificiais estabelece diálogos entre a natureza e a arte e acontece por meio de plantas, animais, minerais, microbiologia, anatomia, ecologia e paisagem. A curadoria é resultado de pesquisa e criação em constante processo e a montagem foi pensada a partir dos gabinetes de curiosidades, catalogando produtos do homem e produtos da natureza com objetivo de investigar essa interação”, disse Rita do Monte em seu texto de apresentação.

A curadora – Rita do Monte é graduada em Artes Visuais pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Sua pesquisa concentra-se na interação entre arte, filosofia, ciências naturais, linguagem, psicologia e história. Entre 2017/2018 participou do Sesc Confluências. Em 2016 participou do Salão de Arte do Sesc Paraíba e teve o artigo “O efêmero e o perpétuo” apresentado e publicado no Seminário Internacional de Museografia e Arquitetura de Museus. Vive e trabalha e João Pessoa.

“A exposição proposta pela Rita no Edital foi acrescida com sua pesquisa no processo do Laboratório. Isto enriqueceu ainda mais o seu projeto de curadoria, que passou a contar com as obras e as orientações potenciais dos artistas Marcelo Moscheta e Marlene Almeida”, complementou Valquiria Farias.

Segundo ainda relatou a coordenadora do Casarão 34: “esta é primeira vez que a PMJP através da Funjope incentiva e viabiliza a realização de exposições de jovens artistas locais e nacionais, buscando desenvolver e fortalecer o circuito de arte contemporânea em João Pessoa. A conquista do primeiro edital é resultado do trabalho sério que a Funjope vem realizando nos últimos anos, atribuindo ao Casarão 34 o status de galeria de arte”, disse.

AnimaCentro – Programa que tem como objetivo ocupar os espaços históricos revitalizados pela atual gestão com uma programação cultural diversificada no Parque da Lagoa, Praça da Independência, Praça Rio Branco, Pavilhão do Chá, Galeria Casarão 34, Hotel Globo, Novo Parque da Bica, Villa Sanhauá e Centro Cultural Casa da Pólvora.

Serviço

Exposição coletiva “Contos de Curiosidades Naturais e Artificiais”

Curadoria: Rita do Monte

Artistas convidados: Marcelo Moscheta e Marlene Almeida.

Artistas do edital: Caballero, Madalena, Manuela Arruda, Stephanie Soares, Rodrigo Lacet e TiffaniePodeur.

Local: Galeria Casarão 34 (Praça Dom Adauto, 34, Centro)

Visitação: De segunda a sexta-feira

Hora: Das 8h às 12h e das 13h às 17h

Classificação: Livre

Entrada gratuita

 

Fonte: http://www.joaopessoa.pb.gov.br/galeria-casarao-34-prorroga-exposicao-coletiva-contos-de-curiosidades-naturais-e-artificiais/.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Haitiana vence barreira do idioma e a crise para aprender profissão – Prefeitura de Curitiba/PR

A haitiana Jonise Antoine Jean tem pouco tempo de Brasil, mas já é exemplo de …