Trem Vila Torres desfilará pelas ruas do bairro na sexta-feira – Prefeitura de Curitiba/PR

Histórias da comunidade Vila Torres ganharão as ruas do bairro na sexta-feira (4/10) num cortejo com cerca de 200 crianças e embalado pela Banda Lyra Curitibana. O Trem Vila Torres é o personagem principal, um boneco com três metros de altura que está sendo criado pelas crianças da Escola Municipal Vila Torres junto com outros adereços.

A preparação do cortejo vem sendo trabalhada há cerca de uma semana por crianças dos 4º e 5º anos do período integral da escola, dentro do projeto Gigantes da Cultura na Cidade Educadora.

O projeto é uma parceria da Secretaria Municipal da Educação e da Fundação Cultural de Curitiba com Alessandra Flores, criadora e diretora artística do projeto.  A artista é também fundadora do Coletivo Lugar de Gigantes.

O Gigantes da Cultura na Cidade Educadora está sendo desenvolvido em escolas municipais de todas as Administrações Regionais de Curitiba. A Vila Torres é a terceira escola a receber o projeto, que já passou pelo Cajuru e Bairro Novo.

Em março do ano que vem todos os bonecos gigantes sairão juntos no encontro de gigantes.

“Eles são construídos com histórias de vida, de lugar. As decisões são coletivas, sempre ouvindo as crianças para escolher qual criatura será criada para representar a todos, dentro de um processo cuidadoso e profundo de autonomia e criação”, disse Alessandra.

A produção do projeto é de Cândida Monte e conta ainda com a equipe de artistas: Bernardo Stumpfz, Eduardo Simões, Renata Zunino Renier Cintra e Wellington Guitti.

Mistura de histórias  

Durante o período das oficinas na escola, as crianças coletaram histórias de personagens da comunidade que foram desenhadas e estão sendo materializadas com papel colorido, cola, vime e tecido.

Do início ao fim, o trabalho é desenvolvido com a orientação dos oficineiros. Da Vila Torres surgiram várias histórias diferentes, desde personagens reais como a da Palhaça Tutuca e do Chinês que distribuía refeições no fim do ano, como fantasias. 

Uma delas diz que as flores da casa de uma senhora mudavam de cor quando mulheres grávidas passam perto.

Em meio a essas histórias surgiu a de um trem que passava pela comunidade distribuindo cestas básicas.

“Todas essas histórias foram misturadas e cruzadas com elementos como as flores, o trem que virou o personagem principal”, falou Wellington Guitti.

O Trem Vila Torres tem também um significado de amizade e coletividade. A história foi misturada com a atividade de arte, onde as crianças criaram a ideia da cidade da amizade.

“A Vila Torres é formada por pessoas de vários lugares e aqui na escola temos muitos alunos também de outras cidades e de outros países. O personagem do trem reforça essa diversidade”, disse Suellen Priscila Dal Santo, articuladora pedagógica da escola.

O cortejo sairá às 14h30 de sexta-feira (4/10), passando pelas Ruas Reinaldo Machado, Almirante Gonçalves, Felipe Camarão e retornando para a escola. Se chover, o cortejo será dentro da escola.

Serviço

Cortejo Trem Vila Torres

Dia: sexta-feira, 4 de outubro

Horário: 14h30

Local: EM Vila Torres – Rua Chile, 838 – Rebouças.

 

Fonte Oficial: https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/trem-vila-torres-desfilara-pelas-ruas-do-bairro-na-sexta-feira/52950.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Rua da Cidadania do Cajuru retoma o Encontro dos Artistas – Prefeitura de Curitiba/PR

    Recomeça nesta quinta-feira (25/10), às 19h, no auditório da Rua da Cidadania do …