Curso de aprimoramento registra mais de 57 mil participantes

O Curso de Nivelamento de Servidores do Poder Judiciário oferecido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) registrou este ano a marca de 69.467 pessoas inscritas, um avanço em relação a 2018 e 2017, quando foram oferecidas 49.775 vagas.

Do total de inscritos, 57.353 servidores concluíram o curso de educação corporativa. O aumento do número de participantes reflete, conforme destacou o presidente do Conselho e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, durante a 299ª Sessão Ordinária do Conselho, o interesse e o compromisso dos servidores com o aprimoramento de seu desempenho pessoal e profissional.

“Diante da desafiadora missão do CNJ de desenvolver políticas judiciárias que promovam a efetividade e a unidade do Poder Judiciário, é crucial que valorizemos a capacitação e o aperfeiçoamento contínuo de nossa força de trabalho”, disse o ministro em referência aos milhares de servidores e colaboradores que atuam nos 91 tribunais brasileiros.

Dias Toffoli mencionou que os conteúdos ministrados são de grande relevância e impacto nas atividades e funções desempenhadas no cotidiano forense, abrangendo temas jurídicos, administrativos e gerenciais e, também, disciplinas como ética e docência, que promovem o desenvolvimento de competências e habilidades essenciais à melhoria dos resultados nas mais diversas áreas de atuação.

O curso de nivelamento é uma iniciativa da Secretaria Especial de Programas, Projetos e Gestão Estratégica do CNJ, conduzida pelos juízes Richard Pae Kim e Carl Olav Smith por meio da atuação do Centro dSessao e Formação e Aperfeiçoamento de Servidores do Poder Judiciário (Ceajud).

Ao falar sobre a importância da iniciativa, Dias Toffoli disse que a capacitação profissional deve ser um processo contínuo por revelar talentos, fomentar novas ideias e o intercâmbio entre esses profissionais em prol do fortalecimento das instituições.

“O esforço e as conquistas de cada participante desses cursos ajudam a pavimentar os caminhos para um Poder Judiciário mais eficiente, transparente, responsável e comprometido com a conquista da paz social e da plena cidadania.”

Na ocasião, o ministro saudou os coordenadores do curso: Diogo Albuquerque, chefe do Ceajud, Gabriela Moreira de Azevedo, diretora-executiva do Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ), e Fabiana Andrade Gomes, diretora do Departamento de Gestão Estratégica (DGE).

Luciana Otoni
Agência CNJ de Notícias

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/curso-de-aprimoramento-registra-mais-de-57-mil-participantes/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=curso-de-aprimoramento-registra-mais-de-57-mil-participantes.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Paraíba testa PJe Mídias em quatro unidades judiciárias

O Tribunal de Justiça da Paraíba, por meio da Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec), …