Girão pede serenidade a ministros do STF, que decide prisão em segunda instância — Senado Notícias

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) disse, nesta quinta-feira (24) em Plenário, esperar que a possibilidade de prisão após decisão judicial de segunda instância seja mantida. Paralelamente ao pronunciamento do senador, o Supremo Tribunal Federal (STF) votava a constitucionalidade de prender o réu após a decisão de um tribunal, em julgamento que deve durar mais uma semana.

Para o parlamentar, é inaceitável acreditar que os magistrados compactuem com o que estão chamando de um “acordão”, que teria como objetivo inviabilizar a prisão em segunda instância para “liberar alguns políticos poderosos condenados por corrupção”. Girão destacou que, caso isso aconteça, também serão liberados estupradores, pedófilos, traficantes e sequestradores.

— Eu espero muita sensibilidade, serenidade dos ministros para não darem esse passo atrás. A Operação Lava Jato vem inspirando, novamente, a população brasileira a acreditar em seu país, a ter a convicção de que a Justiça, cada vez mais, está existindo para todos, sem distinção, sem seletividade, mas o Supremo, ultimamente, vem, infelizmente, jogando contra — disse.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/10/24/girao-pede-serenidade-a-ministros-do-stf-que-decide-prisao-em-segunda-instancia.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Senado aprova destinação de R$ 3 bilhões para o setor cultural; matéria vai a sanção — Senado Notícias

O Senado aprovou nesta quinta-feira (4) o PL 1.075/2020, projeto de lei também conhecido como …