Girão pede serenidade a ministros do STF, que decide prisão em segunda instância — Senado Notícias

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) disse, nesta quinta-feira (24) em Plenário, esperar que a possibilidade de prisão após decisão judicial de segunda instância seja mantida. Paralelamente ao pronunciamento do senador, o Supremo Tribunal Federal (STF) votava a constitucionalidade de prender o réu após a decisão de um tribunal, em julgamento que deve durar mais uma semana.

Para o parlamentar, é inaceitável acreditar que os magistrados compactuem com o que estão chamando de um “acordão”, que teria como objetivo inviabilizar a prisão em segunda instância para “liberar alguns políticos poderosos condenados por corrupção”. Girão destacou que, caso isso aconteça, também serão liberados estupradores, pedófilos, traficantes e sequestradores.

— Eu espero muita sensibilidade, serenidade dos ministros para não darem esse passo atrás. A Operação Lava Jato vem inspirando, novamente, a população brasileira a acreditar em seu país, a ter a convicção de que a Justiça, cada vez mais, está existindo para todos, sem distinção, sem seletividade, mas o Supremo, ultimamente, vem, infelizmente, jogando contra — disse.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/10/24/girao-pede-serenidade-a-ministros-do-stf-que-decide-prisao-em-segunda-instancia.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Aprovado pelo Senado, projeto que amplia combate ao tabagismo vai à Câmara — Senado Notícias

O Senado Federal aprovou nesta terça-feira (12), em votação simbólica, o projeto de lei (PLS …