Óleo no nordeste: Governo transfere comitê para unificar atuação em Brasília – Congresso em Foco

Quase dois meses após o início do desastre ambiental na costa nordestina, o governo transferiu no sábado (26) o Comitê de Suporte ao monitoramento das manchas de óleo do Rio de Janeiro para Brasília. A medida tem a intenção de reunir os órgãos que estão trabalhando no combate ao óleo no mesmo lugar, para facilitar operações conjuntas.

> Governo violou instruções de manual que trata sobre poluição por óleo

O comitê é formado pela Marinha, Ibama e pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), que atuam em coordenação com Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Polícia Federal, Petrobras, Defesa Civil, Exército e Força Aérea Brasileira, assim como diversas instituições e agências federais, estaduais e municipais, além de empresas e universidades.

Até agora, o óleo já atingiu mais de 230 pontos do litoral nordestino e o governo brasileiro ainda não identificou como ele foi parar em águas brasileiras.

Ontem, o presidente da República em exercício, general Hamilton Mourão, falou sobre as condições das praias para banho. “Estão [boas para banho]. O óleo já foi recolhido. Hoje, acredito que não tem mais nenhuma praia suja no Nordeste. Todas estão com óleo recolhido. À medida que vai aparecendo, nós estamos deslocando os especialistas para lá, eles fazem a limpeza e pronto, a praia está em condições de banho”, disse Mourão.

> Salles sugere que navio do Greenpeace derramou óleo no Nordeste

> CPI do Vazamento de Óleo: pedido ganha apoio de todos os partidos e é protocolado

*Com informações da Agência Brasil

Continuar lendo em Congresso em Foco.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Tabata é uma das 100 mulheres mais influentes do mundo, diz BBC – Congresso em Foco

A lista das 100 mulheres mais influentes do mundo, que todo ano é elaborada pela …