Judicialização da saúde será debatida em SP

A Escola Paulista da Magistratura (EPM), em parceria com a Escola de Magistrados da Justiça Federal da 3ª Região (Emag), realizará nos dias 26 e 28 de novembro o seminário “A judicialização da saúde”, sob a coordenação da juíza do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) Cynthia Thomé, da juíza federal do TRF da 3ª Região Raquel Fernandez Perrini e da professora Alessandra Gotti (Instituto Articule).

As aulas serão ministradas das 8h30 às 12h45, no auditório do 1º andar da EPM. O objetivo é possibilitar a análise de inscritos e questões jurídicas e sociais relativas às ações envolvendo a saúde, bem como compreender o papel do juiz e do Poder Judiciário no julgamento das ações frente aos anseios sociais.

A participação é exclusiva para magistrados e assistentes de 1º grau e de 2º grau do TJSP e do TRF da 3ª Região. São oferecidas 100 vagas presenciais e 500 vagas para a modalidade a distância. Haverá emissão de certificado de participação àqueles que registrarem frequência integral.   aInscrições.

Mais informações, no site da EPM.

Fonte: TJSP

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/judicializacao-da-saude-sera-debatida-em-sp/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=judicializacao-da-saude-sera-debatida-em-sp.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Toffoli reafirma impedimento de audiência de custódia por videoconferência

O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, deferiu medida cautelar para …