Seguro de responsabilidade civil para administradores é tema de lançamento no Espaço Cultural – STJ

​A obra O Contrato de Seguro D&O será lançada em 5 de novembro, no Espaço Cultural STJ, das 18h30 às 21h.

Segundo o autor, o advogado Ilan Goldberg, o seguro de responsabilidade civil para administradores de sociedades – D&O, do inglês directors and officers liability insurance – tem por objetivo transferir às seguradoras os riscos financeiros que recaem sobre o patrimônio pessoal de diretores e executivos, em razão das atividades que desenvolvem.

"O seguro D&O funciona como resposta a esse tipo de demanda, seja custeando a defesa do administrador, seja arcando com a indenização a ser paga às vítimas do ato de gestão ao final da demanda de fundo", esclarece o autor.

Com prefácio de Gustavo Tepedino, apresentação de Milena Donato Oliva e posfácio de Modesto Carvalhosa, o livro compreende assuntos como obrigações, contratos, direito societário (responsabilidade de administradores), business judgment rule, contratos de indenidade, entre outros.

De acordo com Ilan Goldberg, a obra apresenta "uma rica pesquisa com referências de ordenamentos jurídicos estrangeiros – notadamente de países nos quais o seguro D&O detém maior desenvolvimento que no Brasil, como Estados Unidos e Inglaterra".

Severid​​ade

O autor explica, ainda, que o regime de responsabilidade de administradores é marcado pela severidade em razão do aumento do número de demandas às quais eles estão expostos. "No passado, em primeiro lugar, demandava-se contra a empresa para, depois, em caráter subsidiário, demandar-se contra os administradores. Atualmente, o cenário é diferente, e os administradores são chamados a responder imediatamente, às vezes isoladamente, mesmo que a empresa não seja demandada", afirma.

A obra tem como público-alvo administradores e sócios de empresas, pessoal de seguradoras, advogados, juízes, profissionais jurídicos em geral e estudantes.

"A motivação para escrever sobre o tema decorre da lacuna existente no país. A escassa produção acadêmica vem acompanhada de lacunas legais e normativas, considerando que os tratamentos empregados pelo Código Civil e pelos normativos publicados pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) não são suficientes para resolver os problemas que, no cotidiano, vêm se avolumando cada vez mais", conclui o autor.

O Espaço Cultural fica no mezanino do Edifício dos Plenários, na sede do Superior Tribunal de Justiça, em Brasília.

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/STJNoticias/~3/u0oq78cKPUI/Seguro-de-responsabilidade-civil-para-administradores-e-tema-de-lancamento-no-Espaco-Cultural.aspx.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Reconhecida usucapião extraordinária de veículo furtado após 20 anos de uso por terceiro – STJ

​A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou provimento ao recurso especial do …