André Godinho é eleito ouvidor do CNJ – OAB

Na 300ª sessão ordinária do Conselho Nacional de Justiça realizada na tarde desta terça-feira (05), acolhendo a indicação do presidente Dias Toffoli, à unanimidade, os conselheiros elegeram o conselheiro André Godinho para a função de ouvidor.

Criada pela Resolução n. 67/2009, e com suas atribuições regulamentadas pela Resolução n. 103/2010, a Ouvidoria do CNJ tem como missão servir de canal de comunicação direta entre o cidadão e o Conselho Nacional de Justiça, bem como promover a articulação com as demais Ouvidorias judiciais para o eficaz atendimento das demandas acerca dos serviços prestados pelos órgãos do Poder Judiciário.

Nas duas últimas gestões, a Ouvidoria do CNJ registrou, em média, mais de 20 mil atendimentos a cada ano, demonstrando a importância da missão que ora se apresenta.

Com a experiência acumulada em seu primeiro biênio no CNJ, Godinho inicia esse novo mandato com mais um grande desafio. Na oportunidade, ele agradeceu aos conselheiros e ao presidente Toffoli pela confiança e registrou a satisfação pela oportunidade de somar esforços para aproximar ainda mais os anseios dos jurisdicionados à atuação do Poder Judiciário em todo país.

Fonte Oficial: http://www.oab.org.br/noticia/57715/andre-godinho-e-eleito-ouvidor-do-cnj.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Felipe Santa Cruz entrega novas carteiras da OAB em Brasília – OAB

O presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, participou da entrega de 87 carteiras para …