TJMG lança painel para acompanhar metas do CNJ

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) lançou nesta segunda-feira (11/11) um painel de controle para acompanhar o cumprimento, pela Primeira Instância, das metas nacionais do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A ferramenta representa mais um salto do Judiciário mineiro em direção à modernização.

“Trata-se de um avanço extraordinário, com importantes reflexos na prestação jurisdicional, que é a nossa atividade fim. Quando você adota um painel como este, está dando ferramentas para quem atua na área aprimorar o seu trabalho”, ressaltou o presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais.

Na avaliação do chefe do Judiciário mineiro, a inovação proporcionada pela ferramenta é fundamental. “A partir de agora, em vez de ficarmos trabalhando com planilhas, teremos esse painel, em tempo real, para monitorar as metas e o desempenho de cada juízo em Minas Gerais”, destacou.

O painel foi apresentado a membros da direção do TJMG pelo secretário da Secretaria Executiva de Planejamento e Qualidade na Gestão Institucional (Seplag) da Casa, João Victor Rezende, e pelo gerente do Centro de Informações para Gestão Institucional (Ceinfo), Luiz Cláudio de Souza.

“Essa ferramenta representa um divisor de águas na gestão do acompanhamento de metas. Com ela, o Judiciário mineiro sai da era analógica e entra na era digital. O controle deixa de ser manual, por planilhas, e passa a acontecer no âmbito da web, o que representa um importante salto no aperfeiçoamento da gestão”, observou o secretário.

Obstáculos e soluções

Durante a apresentação da ferramenta, o secretário João Victor explicou que o painel surgiu diante da necessidade de ultrapassar inúmeros obstáculos às atividades de monitoramento dos dados, gerados pelo controle nos moldes feitos até agora.

Entre outras dificuldades, ele citou os controles dispersos feitos em planilha Excel, a restrição no compartilhamento de informações no modelo até então adotado e a falta de integração de diferentes fontes de dados em uma base única, entre outros.

Diante desses obstáculos, foi pensada a solução, desenvolvida pela Ceinfo/Seplag e construída conceitualmente com a participação da Diretoria Executiva de Informática (Dirfor) e a Corregedoria-Geral de Justiça.

O painel foi criado dentro da ferramenta Qlik Sense, que permite consolidar todos os dados relacionados às metas nacionais do CNJ, criando tabelas, gráficos e mapas dinâmicos, com comparativos e filtros diversos.

“Os dados relativos às metas nacionais de cada unidade do TJMG são extraídos mensalmente dos sistemas transacionais — Siscom, PJe, Projudi, JPe e Siap — e exportados para uma base de dados única”, esclareceu o secretário.

O painel, que já está disponibilizado na intranet do TJMG, possibilita acompanhar cada uma das metas nacionais, demonstrando o percentual de cumprimento por segmento, matéria e região.

Além disso, a ferramenta indica o saldo para cumprimento da meta e o saldo total de processos associados a ela, a evolução anual do percentual de cumprimento, o quantitativo mensal de processos distribuídos e julgados e o desempenho por comarca e a listagem de processos pendentes para o cumprimento da meta.

“Estamos, agora, desenvolvendo o painel de controle para acompanhar o cumprimento das metas pela Segunda Instância”, acrescentou o secretário João Victor.

Metas nacionais

As metas nacionais do Poder Judiciário representam o compromisso dos tribunais brasileiros com o aperfeiçoamento da prestação jurisdicional. O objetivo é proporcionar à sociedade um serviço mais célere, com maior eficiência e qualidade.

Traçadas pela primeira vez em 2009, as metas nacionais são definidas pelos presidentes dos tribunais no Encontro Nacional do Poder Judiciário, durante encontro realizado anualmente pelo CNJ reunindo a cúpula dos tribunais brasileiros.

Presenças

Também participaram do lançamento do painel o 1º vice-presidente, desembargador Afrânio Vilela; a 2ª vice-presidente, desembargadora Áurea Brasil; a 3ª vice-presidente, desembargadora Mariangela Meyer; o corregedor-geral de justiça, desembargador Saldanha da Fonseca; o superintendente administrativo adjunto, desembargador Gilson Soares Lemes; o superintendente de Planejamento Administrativo e Gestão de Bens, Serviços e Patrimônio, desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho; os juízes auxiliares da Presidência, Delvan Barcelos Júnior, Jair Francisco dos Santos, Luiz Carlos Rezende e Santos e Rosimere das Graças do Couto; o juiz auxiliar da 1ª Vice-Presidência, Armando Ghedini Neto; a juíza auxiliar da Corregedoria Lívia Borba; o juiz auxiliar da 3ª Vice-Presidência, José Ricardo dos Santos de Freitas Véras; e a servidora da Seplag Camilla Maia.

Fonte: TJMG

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/tjmg-lanca-painel-para-acompanhar-metas-do-cnj/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=tjmg-lanca-painel-para-acompanhar-metas-do-cnj.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Magistrado afastado não pode se candidatar a cargos de direção

O Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu, nesta terça-feira (3/11), que magistrados afastados …