Fundação Girl Up busca parceria com o TSE para campanha voltada a jovens mulheres — Tribunal Superior Eleitoral

Na manhã desta segunda-feira (18), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu a representante da Fundação Girl Up Letícia Bahia, para uma reunião sobre o papel das jovens mulheres nas decisões do país, mais especificamente aquelas que votarão pela primeira vez nas Eleições Municipais de 2020. Na ocasião, a Girl Up propôs uma parceria com o TSE, com o objetivo de incentivar a conscientização dessas adolescentes sobre a importância do alistamento eleitoral com foco no pleito do ano que vem.

Participaram da reunião a assessora-chefe de Gestão Estratégica e Socioambiental (Ages) do Tribunal, Julianna Sesconetto, que é coordenadora da Comissão Gestora de Política de Gênero; a assessora-chefe de Comunicação do TSE, Ana Cristina Rosa; a assessora-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da Corte, Joice Ribeiro da Rocha; e a assessora-chefe substituta da Assessoria de Assuntos Internacionais (AIN), Fernanda Silva Pereira Motta Januzzi.

A Comissão Gestora de Política de Gênero, denominada TSE Mulheres, atua no planejamento e no acompanhamento de ações relacionadas ao incentivo à participação feminina na política e na Justiça Eleitoral. O grupo foi instituído pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber, em outubro deste ano, por meio da Portaria TSE nº 791.

Proposta

A proposta da parceria com a Justiça Eleitoral é buscar a conscientização das jovens mulheres para a importância do alistamento eleitoral. Nesse sentido, a Girl Up pretende contribuir para a divulgação das ações de comunicação desenvolvidas pelo TSE para a Semana do Jovem Eleitor, a ser realizada de 25 a 29 de novembro. As ações que serão realizadas nesse período buscam incentivar o alistamento eleitoral e a participação política de meninas e meninos dentro da faixa etária do voto facultativo (16 a 17 anos), colaborando para a promoção do debate acerca da importância do voto para a escolha dos representantes políticos.

 

Para votar no dia 4 de outubro de 2020, os brasileiros que ainda não têm o título eleitoral deverão se alistar até o dia 6 de maio, uma vez que o fechamento do cadastro eleitoral em todo o país ocorrerá no dia 7 do mesmo mês. O prazo também vale para os eleitores que precisam regularizar sua situação na Justiça Eleitoral.

Nações Unidas

A Girl Up é um movimento global da Fundação das Nações Unidas, que treina, inspira e conecta meninas adolescentes pra que se tornem líderes e ativistas por um mundo mais justo. A instituição promove o apoio às adolescentes do gênero feminino em todo o mundo – especialmente nos países em desenvolvimento –, nas áreas de educação, saúde, combate à violência e criação de oportunidades sociais e econômicas.

A Fundação Girl Up desenvolve um trabalho para cumprir, dentro da Agenda 2030, um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o ODS-5 (“Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas”). Segundo essa premissa, a igualdade de gênero não é apenas um direito humano fundamental, mas a base necessária para a construção de um mundo pacífico, próspero e sustentável.

CM/LC, DM

Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2019/Novembro/fundacao-girl-up-busca-parceria-com-o-tse-para-campanha-voltada-a-jovens-mulheres.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Combate à desinformação pelo TSE é tema de palestra no Encontro Nacional de Comunicação do Poder Judiciário — Tribunal Superior Eleitoral

Na tarde desta sexta-feira (6), o juiz auxiliar da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) …