Plenário rejeita primeiro destaque na votação da PEC Paralela da Previdência — Senado Notícias

O Plenário do Senado Federal rejeitou há pouco, por 41 votos a 29, o primeiro dos destaques da chamada PEC Paralela da Previdência (PEC 133/2019). O texto-base da proposta foi aprovado em primeiro turno no dia 12 de novembro.

O destaque rejeitado foi apresentado pela bancada do PT tentava assegurar o benefício de 100% da média dos salários em caso de aposentadoria por incapacidade permanente.

O texto-base da PEC Paralela da Previdência só permite a aposentadoria integral pela média das contribuições se a incapacidade gerar deficiência ou for decorrente de doença neurodegenerativa. Já a emenda da Reforma da Previdência (EC 103, de 2019) garante o valor integral apenas em caso de acidente de trabalho ou doença profissional.

Para o senador Paulo Paim (PT-RS), esse é o ponto mais cruel da Nova Previdência, por atingir o cidadão em um momento crítico de sua vida.

— É justo isso? É inadmissível que essa Casa não seja sensível a isso. Que Congresso é esse? — lamentou Paim.​

Ainda restam três destaques a serem apreciados para finalizar a votação da proposta em primeiro turno.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/11/19/plenario-rejeita-primeiro-destaque-na-votacao-da-pec-paralela-da-previdencia.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Em podcast sobre história, Leila Barros interpreta a 1ª senadora do Brasil — Senado Notícias

A senadora Leila Barros fez uma participação especial no Arquivo S, podcast do Senado sobre …