Sociedade brasileira ainda é racista e escravizadora, diz Kajuru — Senado Notícias

O senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) usou a tribuna do Plenário nesta terça-feira (19) para reverenciar o Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro. O parlamentar lamentou que a data ainda ponha em debate as formas para pôr fim a uma sociedade racista, preconceituosa e escravizadora mesmo após 131 anos da assinatura da Lei Áurea.

Kajuru afirmou que 58% da população brasileira é negra ou parda e, mesmo assim, o reflexo do período da escravidão ainda é muito patente. Para o senador, existe no país um “mito da democracia racial”, que é usado para disfarçar o racismo ainda muito presente, que exclui os afro-brasileiros da sociedade e os “relega a uma cidadania de segunda classe”.

— Joaquim Nabuco já dizia que não bastava acabar com a escravidão, também era necessário acabar com o seu legado, e isso jamais foi feito no Brasil — lamentou o senador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/11/19/sociedade-brasileira-ainda-e-racista-e-escravizadora-diz-kajuru.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

CCJ pode votar proposta que acelera caminho de emendas parlamentares — Senado Notícias

A Comissão de Constituição e Justiça pode votar na próxima semana proposta de emenda constitucional …