Dizer o Direito: INFORMATIVO Comentado 955 STF – Dizer o Direito

Olá amigos do Dizer o Direito,

Já está disponível o INFORMATIVO Comentado 955 STF.

Confira abaixo o índice. Bons estudos.

ÍNDICE DO INFORMATIVO 955 DO STF
CONTROLE DE
CONSTITUCIONALIDADE
Uma lei que tenha
destinatários determináveis continua possuindo caráter abstrato e geral e pode
ser impugnada por meio de ADI
Mesmo que uma lei
seja fruto de acordo homologado judicialmente, ela poderá ser objeto de ADI,
não havendo violação da coisa julgada material.
Ministério
Público possui legitimidade para propor ACP em defesa de direitos sociais
relacionados com o FGTS.
Ministério
Público possui legitimidade para propor ACP em defesa de direitos sociais
relacionados com o FGTS.
Deputado Federal
que recebe propina para apoiar permanência de diretor de estatal comete crime
de corrupção passiva.
Não configura o
crime de lavagem a conduta do agente que esconde as notas de dinheiro recebido
como propina nos bolsos do paletó, na cintura e dentro das meias.
Senador que
pratica corrupção passiva que não está relacionada com seu cargo e que não
ofende bens, serviços ou interesse da União, deverá ser julgado em 1ª instância
pela Justiça comum estadual.
O advogado do réu
delatado deverá, obrigatoriamente, estar presente no interrogatório do corréu
delator.

É constitucional
o art. 9º da Lei 7.990/89, que prevê que os Estados devem repassar a todos os
Municípios de seu território 25% dos royalties recebidos pela exploração dos
recursos naturais.

Fonte Oficial: https://www.dizerodireito.com.br/2019/11/informativo-comentado-955-stf.html.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Dia de Combate à Corrupção tem homenagem a Moro na Câmara – Congresso em Foco

O Congresso Nacional começa esta semana com uma sessão solene em homenagem ao Dia Internacional …