Universitários que participam do programa Estágio Visita acompanham CAS — Senado Notícias

Os universitários que participam da primeira edição do programa Estágio Visita acompanharam a audiência pública sobre a proposta de lei do primeiro emprego (PL 5.228/2019), nesta quinta-feira (21), na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). A interação faz parte do cronograma que envolve a vivência das atividades parlamentares e também a convivência com os senadores.

O programa Estágio Visita é uma ação da Frente Parlamentar da Juventude (FPJovem) pela qual senadores indicam jovens universitários para passar cinco dias conhecendo o Senado com todas as despesas pagas. O idealizador da proposta, senador Irajá (PSD-TO), ressaltou que o objetivo do programa é dar oportunidade a jovens de todo o país de conhecerem a estrutura do Senado Federal e também de aprenderem sobre as etapas que compõem o processo legislativo, bem como informações relativas a posse e eleição da Mesa Diretora, fases das sessões e tudo o que se refere a votação nas Comissões e no Plenário.

— Muitas pessoas têm a impressão errônea ou, às vezes, até preconceituosa de que aqui [no Senado] não se trabalha. Por isso, é bom que os jovens vejam a rotina, conheçam as condições de funcionamento, as dependências, a estrutura administrativa para que possam tirar suas próprias conclusões — disse.

A avaliação do parlamentar a respeito do senso comum sobre o trabalho na Casa foi confirmada pelos estudantes Guilherme Leite, do Distrito Federal, e Tatiana Santos, de São Paulo. Ambos disseram que a visão que tinham da rotina do Congresso era pelos olhos da mídia e que, na realidade, é tudo bem diferente.

— A visão que a gente tem lá de fora é de que o político não faz nada. Aqui, a gente vê a correria, a agenda cheia com muitos compromissos distintos, muita coisa para fazer. Então foi importante conhecer esse outro lado — analisou Tatiana.

O universitário Claudino Neto, da Paraíba, afirmou que sua maior surpresa foi descobrir que os projetos não tramitam apenas no Plenário e que os assuntos das propostas precisam ser discutidos “incansavelmente” nas comissões até sua votação final.

— Eu não sabia. Eu pensava que tudo era debatido no Plenário, que é o lugar que mais aparece na televisão. E agora eu sei que a matéria só vai à Plenário quando já tem o relatório final para decidir pela sua aprovação, rejeição ou arquivamento — contou.

A primeira edição do Estágio Visita termina nesta sexta-feira (22) após cerimônia de encerramento e entrega de certificados. O senador Irajá ressalta que o projeto piloto já pode ser considerado um sucesso e que a expectativa para 2020 é de que o programa seja implementado em caráter definitivo.

— Essa edição foi um teste para que a gente entendesse como funcionaria a agenda, a logística deles aqui em Brasília. Então tudo foi experimentado nesse período. Eu concluo que a experiência está sendo fantástica, tanto por parte dos estagiários como também pela parte da nossa equipe do Senado — analisou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/11/21/universitarios-que-participam-do-programa-estagio-visita-acompanham-cas.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Em podcast sobre história, Leila Barros interpreta a 1ª senadora do Brasil — Senado Notícias

A senadora Leila Barros fez uma participação especial no Arquivo S, podcast do Senado sobre …