Magistrados do Reino Unido conhecem o funcionamento do sistema eleitoral brasileiro — Tribunal Superior Eleitoral

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral e o vice-presidente da Corte, ministros Rosa Weber e Luís Roberto Barroso, receberam, na manhã desta quinta-feira (28), a visita de magistrados do Reino Unido. A delegação veio conhecer o sistema eleitoral brasileiro.

A comitiva é formada pelo ministro Robin Knowles, integrante da Suprema Corte do Reino Unido, pela ministra Nicola Davies, que atua na divisão da Queen’s Bench daquela Suprema Corte, e pela assessora Grace Karrass, que atua na área de estratégia internacional daquele Tribunal.

Durante a conversa no Gabinete da Presidência do TSE, tanto a ministra Nicola Davies quanto a ministra Rosa Weber falaram sobre o fato de haver poucas mulheres em cargos de comando no Poder Judiciário.

A ministra Rosa Weber lembrou que é magistrada de carreira desde 1976, mesmo ano em que a ministra Nicola Davies começou a advogar e a construir uma carreira no meio jurídico até ser nomeada para o Conselho da Rainha, em 1992, e depois chegar à mais alta corte de Justiça do Reino Unido.

Conforme observou a presidente do TSE, existem muitas mulheres na base do Poder Judiciário, mas poucas como integrantes dos tribunais. No TSE, por exemplo, Rosa Weber é a única mulher que compõe o Colegiado e, em toda a história da Justiça Eleitoral, que teve 45 presidentes até hoje, a presidente é apenas a segunda mulher a chegar ao posto.

Rosa Weber também citou ações afirmativas do TSE no sentido de incentivar a participação feminina na vida política do país. Em outubro deste ano, a presidente da Corte instituiu uma Comissão Gestora de Política de Gênero, denominada TSE Mulheres.

Já o ministro Barroso destacou, durante a conversa, o papel exercido pela ministra Rosa Weber ao conduzir com maestria o processo eleitoral de 2018, com mais de 147 milhões de eleitores em todo o país, e a situação na qual a própria Justiça Eleitoral foi alvo de ataques de notícias falsas que pretendiam prejudicar a credibilidade da instituição.

 Visitas

Após a visita ao Gabinete da Presidência, os juízes seguiram para o Plenário, onde assistiram às sessões administrativa e jurisdicional da Corte. “Espero que a visita a esta Casa possa de alguma forma contribuir para o conhecimento do sistema da Justiça Eleitoral no Brasil”, disse a ministra Rosa Weber, ao abrir a sessão plenária.

A comitiva também assistiu a parte da Audiência Pública que discute as resoluções para as Eleições Municipais de 2020, que nesta manhã tratou das minutas de representações, reclamações e pedidos de reposta previstos na Lei nº 9.504/1997; pesquisas eleitorais; registro de candidatos; e atos gerais do processo eleitoral.

Nas dependências do TSE, conheceram o Museu do Voto, que traz uma exposição permanente com todos os modelos de urnas já utilizados na história do Brasil e importantes registros das eleições.

CM/JB, DM

Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2019/Novembro/magistrados-do-reino-unido-conhecem-o-funcionamento-do-sistema-eleitoral-brasileiro.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Cármen Lúcia volta ao TSE como ministra substituta — Tribunal Superior Eleitoral

Sete anos após se despedir do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), onde entrou para a história …