Magistrados do Reino Unido conhecem o funcionamento do sistema eleitoral brasileiro — Tribunal Superior Eleitoral

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral e o vice-presidente da Corte, ministros Rosa Weber e Luís Roberto Barroso, receberam, na manhã desta quinta-feira (28), a visita de magistrados do Reino Unido. A delegação veio conhecer o sistema eleitoral brasileiro.

A comitiva é formada pelo ministro Robin Knowles, integrante da Suprema Corte do Reino Unido, pela ministra Nicola Davies, que atua na divisão da Queen’s Bench daquela Suprema Corte, e pela assessora Grace Karrass, que atua na área de estratégia internacional daquele Tribunal.

Durante a conversa no Gabinete da Presidência do TSE, tanto a ministra Nicola Davies quanto a ministra Rosa Weber falaram sobre o fato de haver poucas mulheres em cargos de comando no Poder Judiciário.

A ministra Rosa Weber lembrou que é magistrada de carreira desde 1976, mesmo ano em que a ministra Nicola Davies começou a advogar e a construir uma carreira no meio jurídico até ser nomeada para o Conselho da Rainha, em 1992, e depois chegar à mais alta corte de Justiça do Reino Unido.

Conforme observou a presidente do TSE, existem muitas mulheres na base do Poder Judiciário, mas poucas como integrantes dos tribunais. No TSE, por exemplo, Rosa Weber é a única mulher que compõe o Colegiado e, em toda a história da Justiça Eleitoral, que teve 45 presidentes até hoje, a presidente é apenas a segunda mulher a chegar ao posto.

Rosa Weber também citou ações afirmativas do TSE no sentido de incentivar a participação feminina na vida política do país. Em outubro deste ano, a presidente da Corte instituiu uma Comissão Gestora de Política de Gênero, denominada TSE Mulheres.

Já o ministro Barroso destacou, durante a conversa, o papel exercido pela ministra Rosa Weber ao conduzir com maestria o processo eleitoral de 2018, com mais de 147 milhões de eleitores em todo o país, e a situação na qual a própria Justiça Eleitoral foi alvo de ataques de notícias falsas que pretendiam prejudicar a credibilidade da instituição.

 Visitas

Após a visita ao Gabinete da Presidência, os juízes seguiram para o Plenário, onde assistiram às sessões administrativa e jurisdicional da Corte. “Espero que a visita a esta Casa possa de alguma forma contribuir para o conhecimento do sistema da Justiça Eleitoral no Brasil”, disse a ministra Rosa Weber, ao abrir a sessão plenária.

A comitiva também assistiu a parte da Audiência Pública que discute as resoluções para as Eleições Municipais de 2020, que nesta manhã tratou das minutas de representações, reclamações e pedidos de reposta previstos na Lei nº 9.504/1997; pesquisas eleitorais; registro de candidatos; e atos gerais do processo eleitoral.

Nas dependências do TSE, conheceram o Museu do Voto, que traz uma exposição permanente com todos os modelos de urnas já utilizados na história do Brasil e importantes registros das eleições.

CM/JB, DM

Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2019/Novembro/magistrados-do-reino-unido-conhecem-o-funcionamento-do-sistema-eleitoral-brasileiro.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

TSE aprova registro do estatuto e do órgão de direção nacional do partido Unidade Popular (UP) — Tribunal Superior Eleitoral

Por unanimidade de votos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, na sessão administrativa desta terça-feira …