Dias Toffoli destaca avanços no combate à corrupção durante fórum da CGU – STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, participou, nesta terça-feira (3), da abertura do fórum “O controle no combate à corrupção”, organizado pela Controladoria-Geral da União (CGU). Na solenidade, Toffoli apresentou os progressos das ferramentas de combate à corrupção no Brasil, a exemplo da modernização da legislação penal e processual penal e de programas conjuntos entre os Poderes.

“O país tem avançado a passos largos no fortalecimento dos sistemas de controle necessários ao combate à corrupção e à punição daqueles que a praticam”, afirmou o presidente do STF. A criação das Leis da Transparência, de Acesso à Informação, Anticorrupção e de Combate às Organização Criminosas, de acordo com Toffoli, foram algumas das ações que incrementaram a transparência – “nossa melhor arma no combate à corrupção” – e modernizaram as tecnologias investigativas e as formas de repressão a esse tipo de conduta.

As instituições que atuam na defesa do Estado e do patrimônio público também foram fortalecidas nos últimos anos, lembrou o presidente da Suprema Corte. Ele reforçou que o Poder Judiciário, o Ministério Público, a Controladoria-Geral da União, a Advocacia-Geral da União, os tribunais de contas, as agências reguladoras, o Banco Central e as polícias atuam de forma intensiva e independente, porém coordenada, no enfrentamento à corrupção.

O ministro mencionou, ainda, a existência da ENCCLA – Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro. Em uma ação integrada, reúne cerca de 70 órgãos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, no âmbito federal, estadual e, em alguns casos, municipal, além do Ministério Público.

“Nesse concerto, sobressaem as atividades de controle como poderosas ferramentas de fiscalização da gestão administrativa e do uso do patrimônio público”, disse Dias Toffoli, ao citar o trabalho de prevenção e combate da Controladoria-Geral da União (CGU) em todos os seus níveis, por meio de uma ampla fiscalização dos programas de governo e da gestão administrativa.

O presidente defendeu a participação do cidadão como importante auxílio no combate à corrupção. Um dos principais mecanismos para a presença ativa da população tem sido o Portal da Transparência, ferramenta criada e administrada pela CGU e que já foi premiada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Ao falar da relevância do fórum desta terça-feira, destinado à reflexão e à discussão acerca de aspectos cruciais para o controle e o combate à corrupção, Toffoli apontou como o caminho para o enfrentamento efetivo desse problema: amadurecimento institucional, evolução legislativa e atuação independente, porém integrada, dos órgãos de defesa do Estado e do patrimônio público. “Nesse caminho, o Poder Judiciário continuará a atuar firme no combate à corrupção”, concluiu.

Assessoria de Comunicação da Presidência

Fonte Oficial: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=431570.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

1ª Turma decide que não cabe ao Judiciário rever decisão de arquivamento do procurador-geral – STF

Por unanimidade, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) anulou, nesta terça-feira (10), determinação …