CMA avançou nas questões ambientais em ano difícil, avalia Contarato — Senado Notícias

Antes de viajar para Madri, na próxima semana, onde participará da COP 25, a conferência do clima da Organização das Nações Unidas (ONU), o senador Fabiano Contarato (Rede-ES), fez um breve balanço das atividades da Comissão de Meio Ambiente (CMA), que presidiu em 2019, ano do seu primeiro mandato. Para ele, o colegiado avançou nos principais pontos relacionados a área, em um ano considerado “difícil” para as questões ambientais.

Nesta quarta-feira (4) foi realizada a última reunião do ano da CMA, a de número 56. Em média, a comissão se reuniu mais de uma vez por semana, chegando a até três reuniões em um período de cinco dias.

— E também nos reunimos conjuntamente com outras comissões da Casa, ratificando a transversalidade da pauta ambiental à qual nos dedicamos com afinco. Debatemos temas de absoluta relevância, quando aprendemos a partir de opiniões diversas e podemos extrair sugestões e encaminhamentos — observou Contarato.

Foram 26 audiências públicas, seminários internacionais e a aprovação do Junho Verde, um projeto de resolução do Senado (PRS 52/2019), que cria a campanha para a conscientização sobre a importância da preservação do meio ambiente.      

Contarato acrescentou que a CMA requereu informações, convocou ministros, fez indicações e diligências.

— Não nos furtando do indispensável papel fiscalizador do Parlamento — ressaltou.

A Comissão deliberou sobre mais de 80 requerimentos e 31 outras proposições legislativas. Aprovou ainda emendas encaminhadas às leis orçamentárias.

— Ouvimos autoridades, especialistas e empresários presencialmente e à distância, mas, em especial, ouvimos a população. Trouxemos a essa bancada gente de verdade, nos pautamos pelo certo, pelo legal, sem rodeios ou atalhos. Priorizamos as emergências e as urgências que surgiram. E mantivemos, ainda assim, o foco na construção de maneira convergente de uma melhor legislação ambiental para o país e seus cidadãos presentes e futuros — destacou.

A CMA fechou os trabalhos do ano com a aprovação da avaliação da Política Nacional sobre Mudanças Climáticas, na qual apontou o desmonte da estrutura governamental associada ao meio ambiente e recomendou a reativação de estruturas com a garantia de recursos humanos, técnicos e financeiros para o adequado funcionamento dos órgãos.

— Este trabalho está apenas no começo e esperamos continuar contando com os senadores que, assiduamente, prestigiaram a Comissão do Meio Ambiente — concluiu o senador.  

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/12/04/cma-avancou-nas-questoes-ambientais-em-ano-dificil-avalia-contarato.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

senadores comentam liberação de cultos religiosos — Senado Notícias

O senador Humberto Costa (PT-PE) classifica de equivocado o decreto do presidente da República, Jair …